Jornal do Commercio
Cinema

'A Palavra' tem pré-estreia calorosa em Pernambuco

'A Palavra' é o primeiro longa-metragem pernambucano feito para o público evangélico

Publicado em 19/09/2017, às 05h00

Elias (Tuca) em cena / (Foto: divulgação/ Anjoluz)
Elias (Tuca) em cena
(Foto: divulgação/ Anjoluz)
JEFFERSON SOUSA

“A igreja de Jesus é essa que estamos vendo aqui, uma igreja sem placa”, iniciou o pastor Carlos Mendes, da Ministério Dokmus Igreja Cristã, ressaltando que haviam representantes de nove igrejas da Região Metropolitana do Recife no Cinemark RioMar para prestigiar a pré-estreia para convidados do filme A Palavra, na segunda-feira à noite. O filme entra em cartaz no dia 28 deste mês.

A Palavra

O longa–metragem, dirigido pelo cineasta paulista Guilherme de Almeida Prado (A Dama do Cine Shanghai e Perfume de Gardênia), adapta para os tempos atuais os textos bíblicos sobre os profetas Elias e Eliseu. Nas escrituras, o primeiro é capaz de ressuscitar pessoas e o segundo cria fontes de água no deserto.

Na trama, Elias e Eliseu – ambos interpretados pelo ator pernambucano Tuca Andrada – também são profetas. O primeiro, reconhecido pelo povo como homem espirituoso, se torna um pregador no sertão nordestino, realizando ações em nome de deus. Já Eliseu é um engenheiro que trabalha na transposição do Rio São Francisco para levar água aos necessitados, mas, assim como Elias, segue seus trabalhos com fé nas escrituras sagradas. Nós acompanhamos Jesebel (Regina Maria Remencius), uma repórter de telejornal sem escrúpulos e nem fé em busca de reportagens sensacionalistas: seus próximos alvos são Elias e Elizeu.



Mesmo que a sala do pré-lançamento tenha sido preenchida por membros de igrejas como Batista Ministério da Reconciliação, Batista Peniel, Episcopal Trindade, Betesda, Verbo da Vida, Presbiteriana e Batista, em uma rápida cerimônia que contou com louvor do saxofonista Marcos Bomfim (músico da banda de Sérgio Lopes) e uma oração, se engana quem pensa que o filme é feito para um público exclusivamente religioso: a trama usa as escrituras para falar, acima de tudo, sobre fé, mas sem largar mão de discussões políticas focalizada na corrupção dentro de grandes obras estatais.

A realização foi da Anjoluz, produtora fundada pela advogada pernambucana Zitah Oliveira, de 45 anos, fiel da igreja Assembleia de Deus. A Paris Filmes também assina a produção. A distribuição ficou por conta da poderosa Downtown Filmes.

O investimento (não revelado) é focado no público evangélico – mesmo que não haja distinção religiosa na trama –, onde se espera repetir o sucesso de bilheteria de obras do gênero no País, como o Três Histórias, Um Destino, de Robert C., ou o brasileiro Os Dez Mandamentos, de Alexandre Avancini, mas, com a vantagem de ser uma obra muito mais acessível ao público em geral do que os citados anteriores.

Além de Tuca e Regina, o filme conta em seu elenco com Luciano Szafir, Karina Barum, Wilma Gomes e Adriana Anquier.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM