Jornal do Commercio
Notícia
CINEMA

Longa Organismo estreia no Recife e em mais 12 capitais

Filme de Jeorge Pereira conta via-crúcis de arquiteto que fica tetraplégico e luta pela recuperação

Publicado em 25/04/2019, às 14h57

Rômulo Braga e Bianca Joy Porte / Inquieta Cine/Divulgação
Rômulo Braga e Bianca Joy Porte
Inquieta Cine/Divulgação
Ernesto Barros

O cinema pernambucano vive nesta quinta-feira (25/4) mais um dia de festa com a estreia de um novo filme produzido no Estado. O longa-metragem Organismo entra em cartaz no Cinema da Fundação/Derby e no Cinema São Luiz, com sessões às 17h e 19h30, respectivamente. No São Luiz, haverá um debate após a sessão, com a participação do diretor Jeorge Pereira e da produtora Mariana Jacob.

Organismo é um filme genuinamente pernambucano, com produção, realização e distribuição a cargo de profissionais e empresas locais. A Inquieta Cine, comandada pelas sócias Mariana Jacob e Fernanda Cordel, que produziu e está distribuindo o longa, emplacou seu lançamento em 17 salas de 13 capitais brasileiras, com sessões-debates também no Rio e em São Paulo, neste fim de semana.

Graduado no antigo curso de de cinema de animação da Aeso – Barros Mello, Jeorge Pereira – baiano de nascimento, pernambucano por adoção – é cadeirante desde um ano de idade, quando contraiu poliomielite. A experiência de sua condição e o fato de ter trabalhado numa ONG que ajudava jovens com lesões na coluna é a base de Organismo, seu primeiro longa-metragem.
“Nos idos do anos 1990, eu conheci o franco-suíço Michel Benever que, a partir da doação de uma cadeira de rodas, fundou uma ONG. Durante cinco anos trabalhei com ele, que é tetraplégico, na entrega de cadeiras a pessoas lesionadas”, contou George, durante uma entrevista à TV JC, na tarde de ontem. “O que chamava a atenção no discurso dessas pessoas, jovens vítimas de acidentes de moto, é que eles dizem que não são mais homens e acabam se separando de suas companheiras ou namoradas”.



DO CURTA AO LONGA

Inicialmente aprovado como curta-metragem pelo Funcultura Audiovisual, Jeorge levou o projeto de Organismo para Mariana, que havia acabado de criar a Inquieta Cine com Fernanda. “Quem me falou primeiro do filme foi Pedro Severien. Eu e Fernanda lemos o roteiro e ficamos apaixonadas. Conhecemos Jeorge e e em menos de um mês já estávamos filmando, como contratadas. No primeiro dia, ele filmou uma cena de 12 minutos. Eu disse, já temos o curta!”, relembrou, entre risos, Mariana. Com um primeiro corte que chegava a 50 minutos, Jeorge e a produtora viram que a história do arquiteto Diego (o mineiro Rômulo Braga) e do seu relacionamento com Helena (a franco-brasileira Bianca Joy Porte) poderia se transformar num longa-metragem.

Repaginado, Organismo se mostrou uma poderosa jornada de autoconhecimento de um personagem complexo, criado sob as regras do machismo, que, como tetraplégico, trava uma dura batalha de aceitação. Apesar de centrado no personagem masculino, Jeorge ampliou bastante a participação de Helena, com a entrada cena da atriz que protagonizou o longa Prometo um Dia Deixar Essa Cidade, de Daniel Aragão. “A relação entre Diego e Helena passou a ser o fio condutor do filme, em suas várias camadas. Ele se reinventa para esse novo corpo e também como vê Helena”, explica a atriz.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM