Jornal do Commercio
Notícia
Tarantino

Brad Pitt e DiCaprio gostariam de atuar juntos novamente

'Foi muito divertido também, nós demos boas risadas (...) Espero que possamos fazer isso de novo', disse Brad Pitt

Publicado em 22/05/2019, às 10h46

Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em cena de Era uma Vez em Hollywood / Divulgação
Brad Pitt e Leonardo DiCaprio em cena de Era uma Vez em Hollywood
Divulgação
AFP

Os atores americanos Brad Pitt e Leonardo DiCaprio, juntos pela primeira vez em um filme de Quentin Tarantino, declararam nesta quarta-feira em Cannes que gostaram de atuar no mesmo filme e que esperam fazer isso de novo.

"Somos da mesma geração, começamos a nossa carreira na mesma época (...) Foi muito fácil trabalhar com o Brad. Espero que tenhamos conseguido construir conexões cinematográficas extremamente próximas", afirmou Leonardo DiCaprio na coletiva de imprensa da equipe de filmagem.

"Trabalhamos muito facilmente", reiterou Brad Pitt. "Foi muito divertido também, nós demos boas risadas (...) Espero que possamos fazer isso de novo", acrescentou.



BASTIDORES DE HOLLYWOOD

Neste filme que passa no ano de 1969 em Los Angeles, DiCaprio e Pitt interpretam respectivamente Rick Dalton, ator de séries de TV de faroeste, e Cliff Booth, seu dublê. Ambos tentam sobreviver em um mundo marcado por mudanças.

Recebido com entusiasmo pelos críticos, o filme, apresentado na terça-feira à noite, é uma ode de Tarantino ao cinema de Hollywood. "Há muito poucas pessoas neste mundo que têm esse conhecimento do cinema e da televisão. Conversar com Quentin é como conversar com um banco de dados... Este filme é o seu caso de amor com o cinema", elogiou Leonardo DiCaprio.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM