Jornal do Commercio
Notícia
votantes

Oscar: Academia aumenta participação de mulheres e negros

Além de Lady Gaga, nomes como Laís Bodanzky, Luiz Carlos e Lucy Barreto passam a integrar a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood

Publicado em 02/07/2019, às 08h23

A cantora Lady Gaga é uma das novas integrantes / Foto: Valerie Macon/AFP
A cantora Lady Gaga é uma das novas integrantes
Foto: Valerie Macon/AFP
Luiz Carlos Merten, do Estadão Conteúdo

Comprometida em aumentar a representatividade e diversidade de seus membros, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas de Hollywood anunciou nesta segunda-feira, 1º, que está integrando mais 842 associados de 59 países. A maioria é de mulheres, 50%, seguidas pelos afrodescendentes, 29%.

Orgulhosamente, a Academia anuncia que as mulheres, que em 2015 somavam 25% de seus integrantes, agora chegam a 32%. A representação dos negros duplicou - 8% em 2015, são 16% em 2019, com a nova leva de associados.



O Brasil conta com mais seis representantes, entre artistas e técnicos, na Academia. Os produtores Luiz Carlos e Lucy Barreto, cujos filhos Fábio e Bruno já foram indicados para o Oscar, por filmes que eles produziram, O Quatrilho e O Que É Isso, Companheiro?; a diretora Laís Bodanzky, de obras consagradas como Bicho de Sete Cabeças e Como Nossos Pais; a montadora Jordana Berg, dos filmes de Eduardo Coutinho e Democracia em Vertigem, de Petra Costa, disponível na Netflix; a diretora de arte Vera Hamburger, que tem no currículo a colaboração com Hector Babenco, Cacá Diegues, Cao Hamburger, Tata Amaral, Eliane Caffé, Sérgio Rezende e Walter Lima Jr.; e o guitarrista e compositor Heitor Teixeira Pereira, de Meu Malvado Favorito.

LADY GAGA

Para manter o assunto na área da música, Lady Gaga, que venceu o Oscar de canção deste ano - Shallow, de Nasce Uma Estrela -, também está entre os novos integrantes da Academia anunciados ontem.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM