Jornal do Commercio
Notícia
Mudança

Diretoria da Ancine será transferida para Brasília

Criticada pelo presidente Bolsonaro por suposto 'ativismo', a diretoria da Agência Nacional de Cinema (Ancine) sairá do Rio de Janeiro

Publicado em 19/07/2019, às 09h09

Diretoria de Ancine sairá do Rio de Janeiro para Brasília / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Diretoria de Ancine sairá do Rio de Janeiro para Brasília
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Por Julia Lindner e Mariana Haubert, da Estadão Conteúdo

Por críticas do presidente Jair Bolsonaro a suposto 'ativismo', a direção da Agência Nacional do Cinema (Ancine) será transferida para Brasília. O restante dos funcionários ficará no Rio de Janeiro. A informação foi confirmada pelo ministro da Cidadania, Osmar Terra.

Segundo o presidente, filmes como Bruna Surfistinha, de 2011, que narra a história de uma ex-garota de programa, não devem mais ser financiados pela agência pública.

"Agora há pouco (quinta), o Osmar Terra (Cidadania) e eu fomos para um canto e nos acertamos. Não posso admitir que, com dinheiro público, se façam filmes como o da Bruna Surfistinha. Não dá. Ele apresentou propostas sobre a Ancine, para trazer para Brasília. Não somos contra essa ou aquela opção, mas o ativismo não podemos permitir, em respeito às famílias, uma coisa que mudou com a chegada do governo", disse o presidente durante evento em comemoração aos 200 dias de governo.



Reunião

Nesta quinta-feira, 18, Bolsonaro assinou a transferência do Conselho Superior de Cinema, responsável pela política nacional de audiovisual, do Ministério da Cidadania para a Casa Civil. O objetivo é que o Palácio do Planalto tenha mais influência sobre o órgão. Oficialmente, o intuito é "fortalecer a articulação e fomentar políticas públicas necessárias à implantação de empreendimentos estratégicos para a área".

Segundo relato do site Filme B, para Roberto Jucá, ex-membro do CSC, a ida do Conselho Superior de Cinema para a Casa Civil apresenta aspectos positivos e negativos. Ele acredita que a alteração da presidência do Conselho pode diminuir o processo de discussão e implementação da política pública. Ele diz ainda que torna mais necessária a articulação do setor, uma vez que o Ministério da Cidadania teria mais proximidade com a área do que a Casa Civil.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM