Jornal do Commercio
ESTREIA

Série Urbex - At Your Own Risk desafia grandes alturas

As imagens são captadas por escaladores na produção exibida pela Red Bull TV

Publicado em 01/08/2016, às 15h42

Abudi Alsagoff, da Malásia, durante uma das escaladas para a série Urbex - At Your Own Risk  / Red Bull TV/Divulgação
Abudi Alsagoff, da Malásia, durante uma das escaladas para a série Urbex - At Your Own Risk
Red Bull TV/Divulgação
Fernando Arbex/Estadão Conteúdo

Urbex - At Your Own Risk não é uma série apropriada para quem tem vertigem, mas imperdível para quem curte adrenalina. A proposta é simples: escaladores procuram por lugares altos e de onde podem tirar fotos e gravar vídeos espetaculares. Difícil mesmo - e perigosa - é a execução da tarefa, mas quem tiver fôlego pode conferir o resultado na Red Bull TV, a partir desta segunda-feira (1°/8), quando estarão disponíveis os oito episódios de 45 minutos do programa.

O nível de cuidado envolvido para os participantes é o mais alto possível, pelo menos é o que garante o diretor do programa, Darren Lovell. "Urbex pode ser uma atividade bem perigosa, mas os exploradores sempre escolhem as locações com muito cuidado e, como uma equipe de produção, é nosso trabalho fazer com que todos estejam seguros", explicou o inglês, que não esconde que nele próprio bate uma aflição ao assistir: "Às vezes, é terrível ficar vendo eles escalarem prédios ou fazerem acrobacias, mas eles são muito bons no que fazem".

A transparência foi a tônica das filmagens, de acordo com Lovell. "Nós tentamos colocar de tudo um pouco na série, até mesmo algumas falhas. As melhores histórias e os melhores conteúdos, no entanto, estão presentes no filme, incluindo até mesmo prisões", contou ele, que admitiu que não conseguiu alcançar alguns dos locais escolhidos.

Outro trunfo que Lovell vê no programa é a distinta forma com que os exploradores abordam essa atividade. "Tirando o entusiasmo pela exploração urbana, todos os personagens que conheci tinham personalidades e também métodos de infiltração bem diferentes. O grande mix de nacionalidades foi, na verdade, ótimo para a série", afirmou, o britânico, que dirigiu três russos, um malaio, um francês, dois norte-americanos, um australiano e uma dinamarquesa.

Lovell garante que a forma de encarar o perigo divergia de um escalador para o outro. "Antes de começar a filmar, pensava que todos seriam muito corajosos, sem medo, mas a verdade é que alguns deles têm muito medo, mas simplesmente aprenderam a controlar isso para atingirem seus objetivos", revelou o diretor, que explica porque aposta no sucesso do projeto: "Urbex é um movimento que capturou a imaginação do mundo e dá às pessoas a chance de verem lugares que elas talvez nunca pudessem ver".



 

 

 

Conheça os escaladores da série Urbex - At Your Own Risk:

Oleg Cricket nasceu na Sibéria e mudou-se para Moscou com o sonho de trabalhar como dublê. É famoso nas redes sociais e suas fotos mostram explorações destemidas e ousadas.

Vadim e Vitality sensação no YouTube, os dois russos conseguem façanhas incríveis, como se infiltrar em um arranha-céu em construção em Mumbai e escalar guindastes até o topo.

Abudi Alsagoff é da Malásia e pratica parkour profissionalmente. Ele escala e faz acrobacias em alguns dos maiores monumentos do país, como a ponte Putrajaya, em Kuala Lampur.

David DeRueda é um fotógrafo francês de sucesso, cuja maior paixão é explorar espaços e estações abandonadas do Cazaquistão

Max Ross e Zach Burke são jovens americanos cuja ideia de diversão é, no mínimo, escalar telhados em Toronto.

Bryce Wilson é um personagem controverso, bastante conhecido na cena. Além de mostrar suas escaladas monumentais nos arranha-céus de Melbourne, na Austrália, a série também mostra seus embates com a lei por praticar o esporte.

Elaina Hammeken a ex-aspirante a modelo mostra seu estilo e alto nível de habilidades neste esporte, praticamente dominado por homens.

 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM