Jornal do Commercio
Homenagem

Charlie Brown Jr. ganha livro de fotografias inéditas da banda

Idealizado por Chorão e retomado pelo filho do músico, 'Eu Estava Lá Também' chega em formato e tamanho de disco de vinil

Publicado em 03/04/2017, às 15h50

Projeto interrompido pela morte de Chorão é terminado pelo filho em livro de fotografias. / Foto: Facebook/Charlie Brown Jr./Reprodução
Projeto interrompido pela morte de Chorão é terminado pelo filho em livro de fotografias.
Foto: Facebook/Charlie Brown Jr./Reprodução
JC Online

Poucos sabem que um dos últimos projetos de Alexandre Magno Abrão, mais conhecido como Chorão, líder da banda Charlie Brown Jr., era publicar um livro de fotografias com a história da banda contada por dentro, incluindo registros dos encontros fora dos palcos, dos ensaios e das saídas de skate. Inicialmente cancelado com a morte do artista, em 6 de março de 2013, Eu Estava Lá Também foi retomado por seu filho, Alexandre Abrão, e chega às livrarias no próximo dia 9 de abril, data em que o músico completaria 47 anos.

Publicado pela Editora Realejo, ao preço final de R$ 119, Eu Estava Lá Também traz registros inéditos de shows, gravações em estúdio e sessões de skate feitos entre 2005 a 2012, além de imagens dos cinco últimos shows da banda, clicadas por Alexandre Abrão, o filho.

Em capa dura, o livro traz ainda um poster exclusivo na sobrecapa e será lançado com formato e tamanho especial de 31x31cm, como uma capa de disco de vinil, com 350 fotos distribuídas por 192 páginas em papel couchê.

PROJETO PESSOAL

Em 2011, quando Chorão procurou José Luiz Tahan, da Editora Realejo (também localizada em Santos, cidade onde o artista cresceu e iniciou a carreira de músico), já tinha em mente o formato. “Foram cinco encontros ao longo de um ano, todos acompanhados de Jerri Rossato Lima, seu fotógrafo. Nós discutimos bastante sobre o storytelling, a edição etc. Ele deixou o livro praticamente todo pensado, e nós construímos um projeto gráfico diretamente do acervo das imagens”, revela o editor.



Chorão contratou Jerri como documentarista e para os registros fotográficos. Ele acompanhou o Charlie Brown Jr. em todos os shows, programas de TV, gravações em estúdio e sessões de skate durante sete anos, de 2005 a 2012. Já as imagens dos cinco últimos shows presentes no livro são de Alexandre Abrão, o filho. "Foram anos de muita intensidade e muito aprendizado compartilhado no convívio com o Charlie Brown Jr. Cada nova música sendo escrita na estrada, nos ônibus, aviões, em quartos de hotéis e nos estúdios. Encontros com grandes representantes da música brasileira e internacional. Toda a energia impactante que fluía entre o público e Chorão, potencializada pelos integrantes da banda", lembra Jerri.

Em 2012, Chorão pausou o projeto devido a problemas pessoas. “Nosso último contato foi por telefone, ele me ligou e pediu desculpas repetidas vezes por não dar andamento ao livro. Após o falecimento, escrevi uma crônica lamentando a fatalidade e me despedindo da publicação. Essa crônica foi lida por Murilo Lima, ex-cunhado de Chorão e tio materno de Alexandre Abrão, que mostrou ao sobrinho”, diz Tahan.

Após a leitura da crônica, Alexandre decidiu autorizar a publicação do livro em nome do pai como um modo de homenageá-lo e eternizar momentos preciosos da banda para os fãs. “Este livro é de autoria do meu pai. Será publicado do exato modo como ele queria que fosse publicado. Pertence a ele o mérito da iniciativa de publicação”, comenta o filho. Para concretizar o lançamento, “Eu Estava Lá Também” ganhou pré-venda em campanha de crowdfunding pela plataforma Kickante, em abril de 2016.

Eu Estava Lá Também é uma frase da música Só os Loucos Sabem, escrita por Chorão, e foi escolhida como título pois traduz a sensação de todos que participaram dos momentos intensos registrados no livro, incluindo, além da própria banda, o fotógrafo, o público e os fãs.



Comentários

Por Cell,04/04/2017

Parabéns Chorão, mais de 4 anos longe das drogas!!!

Por Jorge Rafael,04/04/2017

Faltou colocar um dos principais elementos no artigo, do porque Jerri não esta mencionado no livro!! Toda a história produzida e editada pelo Jerri foi negada pela editora. Jerri publicou em seu facebook o motivo do pq não assinou "seu" livro.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM