Jornal do Commercio
ENTREVISTA

Carolina Ferraz, sobre bordão Eu sou Rica: Os ricos estão indo pra cadeia

Atriz falou sobre frase famosa da personagem Norma, de Beleza Pura, e outros assuntos no programa The Noite com Danilo Gentili

Publicado em 15/08/2017, às 16h06

Carolina Ferraz e Danilo Gentili / Gabriel Cardoso/SBT/Divulgação
Carolina Ferraz e Danilo Gentili
Gabriel Cardoso/SBT/Divulgação
JC Online

"Eu sou rica!". A frase dita pela Norma, interpretada por Carolina Ferraz na novela Beleza Pura (Globo), virou um bordão até hoje lembrado pelo público. Carolina comentou o sucesso da cena durante a gravação do programa The Noite com Danilo Gentili.

"Hoje em dia essa frase caiu no desuso, porque os ricos estão indo pra cadeia. Eu disse com uma vontade, né? Essa cena foi parar no YouTube porque vazou o câmera man", afirma ela durante a entrevista, exibida nesta terça-feira (15/8).

A cena de Norma foi ao ar em 2008. A personagem de Carolina gritava a frase para Guilherme, interpretado por Edson Celulari.

 "Me considero uma atriz de formação cômica. Adoro fazer vilã, me divirto", revelou a atriz, que também comentou cenas de "brigas" de algumas personagens: "Eu sou boa barraqueira. Na vida real não dou muito barraco, não. Eu tenho essa coisa elegante, sofisticada, fico feliz das pessoas me perceberem assim, mas sou muito atrapalhada”.

Carreira

 Além da atuação, Carolina Ferraz falou sobre outras experiências da carreira, que já chega aos 31 anos, como o início do trabalho como apresentadora na extinta TV Manchete e o primeiro convite para uma novela, Pantanal. "Comecei novinha (na televisão). Tenho 49 anos. Falo minha idade não tenho problema não", diz ela.



 "Não sabia muito bem o que era a vida de televisão, mas sabia que não queria ser atriz. Achava uma vida muito louca, instável", recordou Carolina sobre o início da carreira.

Sobre o programa Receitas da Carolina (GNT), a atriz comentou: "O que eu fazia era o que eu mostrava. Me aproximou muito das pessoas porque eu não sou chef, só gosto de cozinhar. Faço novela há séculos. Mas o povo me parava na rua para perguntar das receitas. Me humanizou para as pessoas estar ali para as pessoas sem um personagem na frente"

"Estou testando receitas já há um tempão. Comida confortável pra trazer calor humano, mas nada que deixe três horas na cozinha", continuou ela, sobre o projeto de lançar um novo livro de receitas e aplicativo de celular.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM