Jornal do Commercio
Youtube

Youtuber grava vídeo com diferença entre seu corpo relaxado e em fotos posadas

A youtuber Ellora Haonne já sofreu de bulimia e dedica o seu canal no Youtube para falar sobre empoderamento e autoestima.

Publicado em 28/12/2017, às 10h43

Durante o vídeo, Ellora mostra como diversos ângulos podem alterar a percepção que se tem de certas partes do corpo / Foto: Reprodução/Instagram
Durante o vídeo, Ellora mostra como diversos ângulos podem alterar a percepção que se tem de certas partes do corpo
Foto: Reprodução/Instagram
Estadão Conteúdo

Ellora Haonne publicou na terça-feira, 26, um vídeo em que mostra um tour pelo seu próprio corpo. A youtuber já sofreu de bulimia e dedica o seu canal no Youtube para falar sobre empoderamento e autoestima. Com quase 400 mil pessoas inscritas em seu perfil, o vídeo logo viralizou e possui mais de 180 mil visualizações nas últimas 24 horas.

Assista:

"Eu amo sensualizar, fazer caras e bocas, mas faço questão de mostrar que esse corpo aí da foto não parece nada com o que eu vejo aqui agora. É tudo pose", contou ela no Instagram, na legenda de uma foto de biquíni. Durante o vídeo, Ellora mostra como diversos ângulos podem alterar a percepção que se tem de certas partes do corpo, principalmente seios e barriga. "A gente vive se comparando com esses corpos perfeitos da internet, mas eu posso te garantir que eles não são como nas fotos", explica.



Repercussão

Nos comentários, diversas seguidoras agradecem pelo conteúdo: "Você não tem noção o quanto esse vídeo me fez bem! Comecei a me amar muito mais, sabendo que eu não sou a única com um corpo assim", diz uma usuária do Youtube. "Não há nada melhor que nos libertar dos complexos que temos com o nosso próprio corpo", comenta outra menina.

O vídeo foi inspirado em outra "tour pelo corpo", do canal ‘Tá Querida’, da Luiza Junqueira. Em outubro deste ano, Luiza também contou sobre a sua relação com o corpo. Ela foca em suas inseguranças e a relação conturbada que já teve consigo mesma. Na descrição, a youtuber ainda reforça que irá mostrar "algumas partes do meu corpo que eu odiava, mas que aprendi a amar".


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM