Jornal do Commercio
YouTube

Youtuber que filmou pessoa morta vai parar de publicar vídeos por um tempo

Há alguns dias, o youtuber Logan Paul recebeu uma enxurrada de críticas após publicar um vídeo de uma pessoa que havia, supostamente, se suicidado.

Publicado em 04/01/2018, às 09h51

'Vou tirar um tempo para refletir', afirmou Paul em seu perfil no Twitter. / Foto: Reprodução/YouTube
'Vou tirar um tempo para refletir', afirmou Paul em seu perfil no Twitter.
Foto: Reprodução/YouTube
Estadão Conteúdo

Há alguns dias, o youtuber Logan Paul recebeu uma enxurrada de críticas após publicar um vídeo de uma pessoa que havia, supostamente, se suicidado em Aokigahara, no Japão. Agora, ele anunciou que não vai mais publicar vídeos por um tempo. "Vou tirar um tempo para refletir. Nenhum vlog por um tempo, vejo vocês em breve", publicou Paul no Twitter. Anteriormente, ele já havia pedido desculpas por meio de vídeo.

"Me desculpe. Eu nunca fui alvo de críticas como essas antes, porque nunca havia cometido um erro como esse antes. Eu estou cercado de boas pessoas e acredito que faço boas decisões, mas continuo sendo um ser humano. Eu posso errar. Eu não fiz isso por visualizações, eu tenho visualizações. Eu fiz isso porque pensei que poderia ter uma boa repercussão na internet sem causar uma enxurrada de negatividade. Essa nunca foi a intenção. Eu pretendia aumentar a conscientização para o suicídio e a prevenção do suicídio", escreveu ele no comunicado.



Repercussão

A atitude do youtuber gerou críticas por parte de artistas, como Aaron Paul, da série "Breaking Bad". "Caro Logan Paul, como você ousa? Você me dá nojo. Não posso acreditar que tantos jovens sigam você. Tão triste! Espero que seu último vídeo faça seus seguidores acordarem. Você é puro lixo. Claro e simples. Suicídio não é uma piada. Vá apodrecer no inferno", escreveu Aaron.

Sophie Turner, a Sansa de "Game of Thrones", também se manifestou contra o youtuber: "Logan Paul, você é um idiota, você não está aumentando a consciência, você está zombando".


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM