Jornal do Commercio
SBT

Tânia Mara relembra bastidores do programa Fantasia

Cantora também fala sobre a família e nova fase da carreira durante entrevista ao The Noite

Publicado em 13/04/2018, às 12h40

Tânia Mara foi entrevistada e também cantou no programa The Noite / Gabriel Cardoso/SBT
Tânia Mara foi entrevistada e também cantou no programa The Noite
Gabriel Cardoso/SBT
JC Online

A cantora Tânia Mara falou sobre os bastidores do extinto programa Fantasia (SBT) durante participação no The Noite com Danilo Gentili (SBT). "Me sinto lisonjeada de ter trabalhado nessa emissora e de ter tido esse contato com o Silvio. Todo final de programa ele mandava um bilhete para cada uma de nós dizendo como foi. A gente tremia na base. Aprendi demais, uma escola com o Silvio Santos", comentou.

Tânia Mara também conversou sobre sua família e também sobre a nova fase da carreira, que inclui o trabalho Pra Rua, e também cantou. "As pessoas nunca me tiraram do sertanejo e o sertanejo nunca saiu de mim", contou ela sobre o retorno à música sertaneja, afirmando que muita gente pedia por isso.

Algumas frases da entrevista

"Ponho a família toda pra trabalhar. Jayme não tem tempo de fazer tudo que eu gostaria. Quem mandou casar com cantora? Já bastava a mãe dele na vida".

"Ela toca bateria, toca piano. Ela gosta, é 'amostrada'. Se ela chegar aqui, quer aparecer. É neta de Maysa, né? Ela lembra a avó e tem uma personalidade que sabe o que quer". (sobre a filha)



"Fora o chulé que tinha no camarim. Era o sapato, tipo Keds, não tinha como. Cinquenta mulheres no mesmo camarim. Não se iluda, era 'queijo parmesão'". (sobre os bastidores do Fantasia)

"A gente só reparou o sucesso do programa quando começou a viajar com shows. Era uma loucura, a gente lotava ginásios. Uma vez quase derrubaram o ônibus com todas as meninas dentro". (sobre o Fantasia)

"Minha mãe tinha uma ilusão de que eu ia virar a Xuxa".

"De adolescência. Conheço as meninas desde a época do Frank Aguiar. Amo, são minhas irmãzinhas do coração. Merecem demais o sucesso. Essas sofreram". (sobre amizade com Simone e Simaria)

 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM