Jornal do Commercio
novela

Giovanna Antonelli comenta a pouca presença de negros em 'Segundo Sol'

'Todos os que estão participando se sentiram tão baianos quanto um baiano', disse a atriz

Publicado em 14/05/2018, às 19h00

Giovanna Antonelli em 'Segundo Sol' / TV Globo/Divulgação
Giovanna Antonelli em 'Segundo Sol'
TV Globo/Divulgação
Estadão Conteúdo

A novela Segundo Sol, que estreia nesta segunda-feira, 14, é ambientada na Bahia e, desde que foi anunciada, está sendo duramente criticada por não incluir muitos atores negros em seu elenco - o Estado concentra a maior população negra do País, segundo dados do IBGE.

Giovanna Antonelli, que será protagonista da trama, é uma das convidadas do TV Fama e opinou, em entrevista, que não vê problema no elenco majoritariamente branco. "Acho que a graça da profissão é a gente fazer o que a gente não é. Hoje, ali, vivendo na Bahia, fazendo um personagem baiano, todos os que estão participando se sentiram tão baianos quanto um baiano e os admirando profundamente', disse a atriz.



"Eu, como artista, ficaria muito triste de um dia não poder interpretar uma índia, por exemplo, porque eu não sou uma e não posso me caracterizar para aquilo", continuou. Antonelli ainda lembrou de críticas semelhantes sobre falta de representatividade que a novela Sol Nascente, de 2016, sofreu.

"O Luís Mello, que não é japonês, e ficou um barato, fez uma composição, não só da caracterização que fizeram nele, mas ele como ator teve uma dimensão de ir para um lugar que jamais imaginou. Ele virou japonês", disse.

A entrevista completa vai ao ar no TV Fama desta segunda-feira, 14, às 21h30 na RedeTV!.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM