Jornal do Commercio
Resumo das Novelas

O Tempo Não Para: Carmen leva Marocas à loja de Zelda

E Agustina recebe os baús encontrados na praia

Publicado em 11/08/2018, às 01h20

Christiane Torloni é Carmen em O Tempo Não Para. / Foto: João Miguel Junior/TV Globo
Christiane Torloni é Carmen em O Tempo Não Para.
Foto: João Miguel Junior/TV Globo
JC Online

No capítulo deste sábado (11/8) de O Tempo Não Para, Marocas (Juliana Paiva) é levada com Marciana (Cyria Coentro) para a delegacia. Agustina (Rosi Campos) recebe os baús encontrados na praia. Samuca (Nicolas Prattes) manda Emílio (João Baldasserini) à delegacia. Marocas fica desconcertada com os galanteios de Emílio. Elmo (Felipe Simas) se emociona diante de Samuca e Marocas se sensibiliza.



Menelau desperta e se surpreende com o fim da escravidão

Barão (Rui Ricardo Diaz) manda Florêncio vigiar Dom Sabino (Edson Celulari). Samuca beija Marocas, que o estapeia. Emílio entrega a Vanda (Lucy Ramos) a documentação sobre os “congelados”. Menelau (David Junior) desperta e se surpreende ao saber do fim da escravidão. Eliseu conta a Dom Sabino a verdade sobre Barão. Carmen (Christiane Torloni) leva Marocas à loja de Zelda (Adriane Galisteu), que alerta Pedro Parede (Wagner Santisteban).

*Os resumos divulgados pelas emissoras estão sujeitos a mudanças em função da edição.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM