Jornal do Commercio
RELATO

Sabrina Sato fala sobre parto da filha Zoe: Ela que escolheria forma de vir ao mundo

Apresentadora contou que tinha se preparado para um parto normal

Publicado em 06/12/2018, às 14h37

Sabrina Sato, Duda Nagle e a filha do casao, Zoe / Reprodução do Instagram
Sabrina Sato, Duda Nagle e a filha do casao, Zoe
Reprodução do Instagram
Estadão Conteúdo

Sabrina Sato compartilhou com seus seguidores um relato sobre sua preparação para um parto normal e como foi ele ter mudado para uma cesariana.

A apresentadora contou que fazer a cirurgia não estava em seus planos, mas após de 20 horas de trabalho de parto, ela deu à luz por meio de uma cesariana humanizada, o que, segundo ela, foi um aprendizado.

"Eu me preparei, estudei, assisti a vídeos, li livros, fiquei cinco meses da gestação fazendo exercícios pélvicos para poder fazer o parto mais natural possível. Me recolhi, deixei de ir em festas de amigos e me dediquei total a esse grande sonho de gerar uma filha", escreveu a apresentadora.

Cesariana

Ela afirma que tinha certeza de que Zoe nasceria de parto natural, uma vez que tinha se preparado para isso e não pensou em um plano B.

"E depois de 41 semanas e mais de 24 horas de bolsa rompida, 20 horas de trabalho de parto, ainda não tinha minha filha nos meus braços. Foi através de uma cesariana, que tinha medo, receio e não estava nos meus planos, porque a anestesia, corte, cicatriz e tempo de repouso não saíam da minha cabeça, que chegou o maior presente da minha vida. Foi emocionante", relatou.



Sabrina escreveu que tem refletido muito sobre todo o processo do parto, que foi "fundamental", porque a menina nasceu saudável "Minha filha, em meio a tanta emoção, me fez compreender que ela é quem escolheria a forma como viria ao mundo", disse.

 

Visualizar esta foto no Instagram.

Um filho já nasce ensinando a gente. E a Zoe além de me ensinar sobre o maior amor da vida, me ensinou mais... Eu me preparei, estudei, assisti vídeos, li livros, fiquei 5 meses da gestação fazendo exercícios pélvicos pra poder fazer o parto mais natural possível. Me recolhi, deixei de ir em festas de amigos e me dediquei total a esse grande sonho de gerar uma filha. Passei essas 41 semanas em concentração, vivendo isso e fazendo todos a minha volta e até vocês a viver também. Tudo o que me proponho a fazer na vida, faço com toda minha força, trabalho, amor e fé , por isso sempre tudo saiu da forma que mentalizava, imaginava e queria. Mas Deus está sempre nos ensinando. E às vezes o que queremos não vem no caminho que imaginamos, da forma que gostaríamos . Eu tinha certeza que minha filha nasceria de um parto natural já que tinha me preparado tanto pra isso e nem pensei no plano B, uma Cesárea humanizada. Pq sempre achei lindo ver a força da mulher, do animal parindo. Mas o nosso caminho foi outro. E depois de 41 semanas e mais de 24h de bolsa rompida, 20h de trabalho de parto ainda não tinha minha filha nos meus braços. Foi através de uma cesareana que tinha medo, receio e não estava nos meus planos pq a anestesia, corte, cicatriz e tempo de repouso não saiam da minha cabeça, que chegou o maior presente da minha vida. Foi emocionante. Me senti mais forte ainda depois de tudo o que passamos e tenho refletido muito sobre esse momento que vai ficar pra sempre comigo. Mas o fundamental, Zoe esteve todo o tempo muito bem e nasceu com muita saúde. Minha filha, em meio a tanta emoção, me fez compreender que ela é quem escolheria a forma como viria ao mundo. Deus é bom o tempo todo ?????

Uma publicação compartilhada por Sabrina Sato ?????+ (@sabrinasato) em





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM