Jornal do Commercio
RECIFE

Livraria Cultura do Paço Alfândega fecha suas portas

A unidade, inaugurada em 2004, parou de funcionar nesta sexta (6/7)

Publicado em 06/07/2018, às 13h59

A Livraria Cultura do Paço Alfândega / Arnaldo Carvalho/JC Imagem
A Livraria Cultura do Paço Alfândega
Arnaldo Carvalho/JC Imagem
JC Online

A Livraria Cultura do Paço Alfândega, no Bairro do Recife, não vai funcionar mais. Inaugurada em 2004, ela encerrou suas atividades nesta sexta (6/7).

Por meio de sua assessoria, a Livraria Cultura confirmou a informação, mas disse que a empresa não vai se pronunciar sobre a decisão. 



REFERÊNCIA

Ao ser inaugurada, a livraria virou a principal referência para a compra de livros, com um vasto catálogo, incluindo bons setores para música clássica, títulos importados e um amplo espaço para leitura. A inauguração supriu o vácuo deixado pelo fechamento de outras livrarias icônicas, como a Síntese e a Livro 7, que também traziam um amplo espaço.

Com o passar do tempo, a organização interna da Livraria Cultura foi mudando. Ganhou, por exemplo, em 2012, a loja interna Geek.Etc, que trazia acervo especializado de quadrinhos, action-figures, cultura pop, videogames e jogos de tabuleiro. No mesmo ano, uma segunda Livraria Cultura foi aberta no RioMar Shopping – esta continua em funcionamento normal.


Palavras-chave


Comentários

Por Milton Agastão Amadeu,24/07/2018

Sei que a Cultura do Paço tinha anos de prejuízo acumulado. Tardiamente foi fechada, um erro dos administradores, pois isso prejudica a operação como um todo, prejudicando a rede inteira. Já anunciaram o fechamento de outras lojas e não pagam mais aos fornecedores. Falência próxima? Não é só a crise que atrapalham os empresários no Brasil, mas a péssimas administração do negócio também!

Por Eduardo,20/07/2018

Na verdade o modelo de livrarias megastores ruiu. Se nem a nova loja do RioMar fecha no azul, quem dirá o Paço, sem frequência alguma. E outras 'megas' fecharão país afora . O povo vai pra passear, não para comprar.

Por josé piquet,11/07/2018

É LAMENTÁVEL O QUE ACONTECE NA NOSSA VENEZA BRASILEIRA, CULTURA AQUI NÃO FUNCIONA. TODOS OS DIAS EU PESQUISAVA SOBRE NOVOS LIVROS, MUSICA ETC. UM ESPAÇO MUITO ACOLHEDOR. É UMA PERDA MUITO GRANDE. SEM FALAR OS TURISTA QUE VEM EM BUSCA DE NOVAS CULTURAS.

Por Julio Gomes,09/07/2018

É para se lamentar, e muito. Todas as segundas, das 7 as 9 da noite, frequentava a Livraria. Ali verificava as novidades de discos, livros, filmes (DVDs), comprava a minha revista semanal e, como ninguém é de ferro, tomava meu cafezinho e seguia para casa. Vai me fazer uma falta danada. Júlio Gomes

Por Ary,08/07/2018

Ruim em todos os sentidos. Menos cultura, educação, conhecimento, contao entre pessoas e aumenta o NÚMERO DE DESEMPREGADOS. Sabem por quê? O capital não tem interesse por nada disso. Os proprietários não estão ganhando dinheiro.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM