Jornal do Commercio
CARNAVAL

Criolo, Monobloco e Baile do Simonal animam Sala da Justiça

A prévia dos super-heróis acontece neste sábado (2), no Centro de Convenções, a partir das 22h.

Publicado em 01/02/2013, às 06h03

Criolo é um das grandes atrações da noite /
Criolo é um das grandes atrações da noite
Do JC Online

Todos os anos, uma divertida variedade de super-heróis exibe suas máscaras na prévia do Enquanto Isso na Sala da Justiça. Neste sábado (2), na festa que se tornou um dos maiores agitos pré-carnavalescos, a diversidade também é regra em cima do palco. O set list, no entanto, tem uma coisa em comum ao longo da noite: é daqueles que é impossível ficar parado. A festa começa às 22h, no Centro de Convenções. 

Criolo, Monobloco, Baile do Simonal são as principais atrações. Os DJs Lala K, Bahiano, Zé Cabeça e a Orquestra de Frevo do Maestro Oséas completam a programação.

Sob comando da dupla de irmãos Max de Castro e Wilson Simoninha, o Baile do Simonal é a novidade da festa. Pela primeira vez, o projeto se apresenta em Pernambuco. O repertório é totalmente dedicado ao pai da dupla, Wilson Simonal, cantor carioca que abalou o Brasil nos anos 1960 e a década seguinte. No repertório, os hits de sucesso do cantor, como Mamãe passou açúcar em mim, A tonga da mironga do Kabuletê e Sá Marina



Já o MC, cantor e compositor Criolo traz o show do seu primeiro e badalado disco Nó na orelha. A apresentação ganhou o prêmio Bravo! de Melhor Show de 2011. Além disso, o VMB daquele ano também concedeu a Criolo os prêmios de Artista Revelação, Melhor Disco e Melhor Música pela canção Não Existe Amor em SP – que deve ser uma das queridinhas do repertório do show.

Além dela, Bogotá, que traz um tempero africano com o sax-tenor de Thiago França; o samba-canção Freguês da meia-noite, Sucrilhos, Subirudoistiozin, Grajauex e outras. Com elas, suingue, impacto, denúncia e malemolência. 

No final da noite, quase tudo vira samba com a banda carioca Monobloco. Além de músicas de Clara Nunes, Cartola e Jorge Ben Jor, o grupo canta xote, marchinhas de carnaval e presta homenagem a músicos como Tim Maia e Raul Seixas. Seus dez integrantes sobem ao palco com cavaco, repique, tamborim, chocalho, surdo e agogô, além de guitarra, baixo e bateria. 

Preparem o fôlego, heróis-foliões, o Carnaval está apenas começando. 

Serviços

Enquanto Isso na Sala da Justiça, neste sábado, às 22h, no Centro de Convenções. Ingressos: R$ 80 e R$ 40 (meia). À venda na bilheteria e no www.bilheteriavirtual.com.br. Informações: 3182-8020




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM