Jornal do Commercio
Luto

Corpo do sanfoneiro Camarão é enterrado em Caruaru

O artista morreu na última terça-feira, no Hospital Santa Joana, no Recife, após seis dias internado.

Publicado em 22/04/2015, às 19h01

A pedido do próprio músico, corpo foi enterrado no Agreste  / Diego Caires/TV Jornal Caruaru
A pedido do próprio músico, corpo foi enterrado no Agreste
Diego Caires/TV Jornal Caruaru
Do JC Online
Com informações da TV Jornal Caruaru

Música e homenagens marcaram a cerimônia de despedida do sanfoneiro Reginaldo Alves Ferreira, o Mestre Camarão, que foi enterrado nesta quarta (22), em Caruaru, no Agreste. O artista morreu, aos 74 anos, na última terça-feira (21), no Hospital Santa Joana, no Recife, após seis dias internado. 

O corpo do sanfoneiro saiu às 10h da Câmara de Vereadores do Recife, onde foi velado desde a noite de terça, com destino a Caruaru. Às 13h, o caminhão do Corpo de Bombeiro que levava o caixão chegou à Câmara de Vereadores da cidade agrestina, onde foi velado durante a tarde. Na chegada do cortejo, um dos filhos do mestre cantou um aboio; em seguida, o aluno mais novo do mestre, Vynicius, de 10 anos, tocou na sanfona Como é grande o meu amor por você

Na Câmara, que estava lotada, artistas, autoridades, amigos, familiares de Camarão, vestidos com uma camisa na qual estava estampada a foto do músico, fizeram suas últimas homenagens ao mestre. 



Uma banda de pífano e dez sanfoneiros, entre eles Savinho do Acordeom – conterrâneo de Camarão, do Brejo da Madre de Deus – e Berinho do Acordeom, de Bezerros, tocaram forrós em sua homenagem. 

O corpo foi enterrado no Cemitério Dom Bosco, no final da tarde, junto aos restos mortais do pai e avós maternos de Camarão. Uma multidão acompanhou o sepultamento. 


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.
Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM