Jornal do Commercio
Lançamento

Anahí regressa ao showbiz com Inesperado

Após casamento e seis anos sem álbum inédito, ex-RBD volta com disco dançante

Publicado em 07/06/2016, às 08h00

Inesperado é o sexto disco da carreira da ex-RBD Anahí. / Foto: Universal Music/Divullgação
Inesperado é o sexto disco da carreira da ex-RBD Anahí.
Foto: Universal Music/Divullgação
Robson Gomes

Depois de três anos de uma pausa para cuidar de sua vida pessoal, a cantora mexicana Anahí está de volta. Inesperado (Universal Music, 2016) é o sexto álbum de estúdio da carreira e o segundo após o fim do grupo RBD, que projetou seu nome para outros países, inclusive o Brasil. Entre reedições do seu disco solo anterior, Mi Delirio, e lançamento de singles, este trabalho inédito lançado na última sexta-feira (3) chega após um intervalo de seis anos.

Com 12 faixas, Inesperado não soa totalmente novo devido a um trabalho de divulgação da cantora que começou em maio do ano passado, quando lançou a faixa Estan Ahí, que abre o disco. A letra é um agradecimento aos seus fãs, que ainda “estavam ali” com ela, mas há muito tempo cobrava da artista uma volta ao showbiz. Porém, a pausa que a loira de 33 anos deu foi mais do que justa: Nesse intervalo, casou com o jovem governador do Estado de Chiapas, México, Manuel Velasco, 36 anos. Na época, haviam rumores que ela se aposentaria da música em definitivo, mas a mexicana fez questão de negar.

Após o primeiro single, Anahí divulgou antes do lançamento do disco mais quatro faixas: Rumba, Boom Cha, Eres e Amnesia, respectivamente. Com exceção da última, as outras três vieram acompanhadas de participações especiais: O rapper Wisin, a funkeira brasileira Zuzuka Poderosa e o cantor Julión Alvarez, que inclusive, fez parceria no último disco solo da também ex-RBD Dulce María, Sin Fronteras (2014), na faixa Lágrimas. Essas três canções com participações especiais também ganharam videoclipes, que ajudaram na divulgação prévia do álbum.

Oscilando entre faixas extremamente pop e baladas tristes (seu ponto forte desde os tempos de RBD), Inesperado traz uma Anahí num disco mais alegre, porém menos explosiva e chiclete se comparar ao Mi Delirio. Canções como Juntos en la oscuridad e Siempre tú entregam exatamente essa pegada: letras românticas, mas com melodias que tocam facilmente numa balada.



Porém há músicas que surpreendem muito em Inesperado. E positivamente. Temblando, a terceira do álbum, é dramática desde o arranjo (orquestral, inclusive) à letra, e claro, na interpretação emocionada da cantora. Outra faixa que sai como um grande destaque é a divertida Me Despido, com batidas de reggaeton, assovios pegajosos, ukulele e versos como “você não vai me esquecer / Nem com litros de tequila”. Arena y Sol, música em parceria com Gente de Zona (conhecidos pelo hit Bailando, com Enrique Iglesias e Luan Santana), se revela a mais caliente do disco, evidenciando a alma latina da cantora.

A canção que destoa completamente do álbum é o dueto com David Bustamante em La Puerta de Alcalá. Com uma letra engajada – e espiritual, talvez – ela soa estranha e podia ser facilmente descartada da obra. Já a faixa-título, Inesperado, encerra o álbum numa balada pop com letra sentimental, carregada de batidas eletrônicas, loopings e ecos.

Com apenas quatro dias de lançamento nas plataformas digitais, Anahí já ocupa o top 5 do iTunes Brasil com o disco, que tem data prevista para chegar nas lojas físicas do país no dia 24 de junho.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM