Jornal do Commercio
Nova Turnê

Sandy encanta fãs no show 'Nós Voz Eles' em São Paulo

Com ingressos esgotados, cantora mostrou espetáculo baseado em seu novo projeto musical

Publicado em 02/09/2018, às 05h00

Sandy apresentou novo show em duas noites no Credicard Hall. / Foto: César Fonseca/Divulgação
Sandy apresentou novo show em duas noites no Credicard Hall.
Foto: César Fonseca/Divulgação
Robson Gomes

SÃO PAULO - Mais de 4,5 mil pessoas esgotaram os ingressos da segunda noite do show Nós Voz Eles, que a cantora Sandy apresentou no Credicard Hall na última sexta-feira (31) na capital paulista. Embora tenha sido a primeira data anunciada da nova turnê - que acabou sendo a terceira parada da tour, que já passou por Paulínia e Rio de Janeiro - o evento ganhou uma sessão extra no dia anterior, também de casa cheia, para conferir as novidades que a cantora traz no espetáculo que rodará o Brasil.

Marcado para às 22h, Sandy subiu ao palco da casa de show 25 minutos depois, quando as cortinas se levantaram e, ao som de Respirar, convida o público a apreciar o novo cenário, que vem a ser uma "extensão" do estúdio particular que a cantora, junto com o marido e músico Lucas Lima, tem na sua casa em Campinas, no interior de São Paulo. A ambientação não é aleatória: o local é berço de seu novo projeto musical - uma websérie quinzenal de oito episódios, junto com oito clipes e músicas inéditas gravadas em parcerias - que também leva o nome da atual turnê. Na plateia, junto aos fãs, estavam presentes Noely e o cantor Xororó, pais da artista, além de Marcos, da dupla Marcos & Belutti, e a cantora Wanessa Camargo.

O espetáculo segue com as velhas conhecidas Escolho Você e Pés Cansados, o primeiro single de sua carreira solo, lançado há oito anos. Só então, Sandy conversa com o público. "Fiquei oito meses longe dos palcos até esse show, mas vocês são viciantes. Obrigado por cederem um tempinho para vir me ver", diz a cantora, arrancando gritinhos, aplausos e vários "eu te amo" da plateia. Em seguida, vem a primeira novidade lançada antes do atual projeto: Nosso Nó(s), composta especialmente para a novela das seis da TV Globo, Tempo de Amar. Nesta canção, que ganha arranjos mais fortes ao vivo, as cortinas vermelhas do cenário se abrem para um grande porta-retrato, onde uma tela de led reproduz o videoclipe.

Logo após, a primeira música do Nós Voz Eles é apresentada: Areia, que conta com a participação do marido e diretor musical do projeto, Lucas Lima. Ao contrário do dia anterior, em que ele esteve presente, o público teve que se contentar com sua projeção no telão dividindo voz com a amada, mas foi cantada a plenos pulmões pelo público. O setlist prosseguiu com Ela/Ele e Perdida e Salva, que ganhou uma nova introdução vocal por Sandy.

Deixadas para o final nas turnês anteriores, logo no comecinho a cantora relembra os tempos de Sandy & Junior resgatando o hit As Quatro Estações, com um arranjo aproximado do Acústico da dupla, gravado em 2007. O show segue com um cover de John Mayer, onde ela apresenta Stop This Train. Antes de cantar, ela justificou ser a música favorita de seu ídolo. "Se ele não canta nos shows, eu canto por ele", brincou. Foi um dos raros momentos de completo silêncio da plateia, que apenas contemplou o momento, talvez por não terem muita proximidade com a canção e/ou o artista.



Morada deu sequência ao espetáculo trazendo um arranjo renovado, com direto a um lindo encerramento instrumental. Já em Salto, a dramaticidade da iluminação ficou mais evidente, junto com a forte interpretação de Sandy. Quebrando o clima mais pesado, a segunda e mais recente música do Nós Voz Eles é apresentada: No Escuro, que conta com a participação de Maria Gadú, também projetada interativamente no telão.

Antes de performar a divertida Ponto Final, a cantora apresentou sua banda. Em seguida, chamou um fã da plateia para cantar Tempo - um momento que será recorrente na turnê. Após conseguir ser chamado em meio a tantos que queriam estar ali no palco com ela, o rapaz escolhido ainda ganhou elogio. "Foi bem. Até cantou no tom", disse a artista.

Nos momentos finais, após Me Espera e Sim, mais um sucesso da dupla: Eu Acho Que Pirei, despertando mais saudades do duo que terminou em 2007. No show da noite anterior, inclusive, Junior Lima subiu ao palco de surpresa para cantar com ela, fato que não se repetiu da segunda noite. E logo após interpretar a sua versão para Preciso de Você, do cantor Netinho, coube à Wanessa improvisar uma canja na derradeira música Aquela dos 30. Antes de voltar para esse bis, Sandy conseguiu fazer uma troca de roupa. O público a "chamou de volta" com uma capela de O Amor Faz, outro hit da carreira ainda com o irmão.

TURNÊ EM CONSTRUÇÃO

1h20 depois, o espetáculo chegava ao fim em São Paulo. Quem viu este espetáculo, não verá mais. Porque a medida que as próximas músicas do Nós Voz Eles forem sendo lançadas, a turnê sofrerá modificações no repertório, seguindo em construção na estrada até o mês de Novembro, pelo menos. Rumores dão conta de que Sandy estaria organizando uma passagem pelo Nordeste no mês de outubro, com Recife na rota. A confirmação oficial ainda não veio, mas se for concretizado, poderá acontecer nos próximos dias. Enquanto isso, o terceiro episódio da websérie já sai na próxima terça-feira (4).





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM