Jornal do Commercio
FIM DE SEMANA

Tributo a Charlie Brown Jr. relembra cinco anos sem Chorão e Champignon

Ex-integrantes da banda Charlie Brown Jr. se reúnem para apresentação única no Recife

Publicado em 07/12/2018, às 12h21

Heitor, Marcão e Pinguim tocam juntos após cinco anos do término da banda Charlie Brown Jr. / Foto: Divulgação
Heitor, Marcão e Pinguim tocam juntos após cinco anos do término da banda Charlie Brown Jr.
Foto: Divulgação
Isabela Veríssimo
iverissimo@jc.com.br

Pela primeira vez após cinco anos da morte do cantor Chorão e do baixista Champignon, três ex-integrantes da banda Charlie Brown Jr. se reúnem para apresentação única. Matando a saudade que a dupla deixou, o show acontecerá hoje, no Downtown Pub, no Bairro do Recife. Marcão, Heitor e Pinguim fazem o encontro de guitarra, baixo e bateria para reviver sucessos que marcaram gerações, como Só Os Loucos Sabem e Ela Vai Voltar.

A morte de dois músicos importantes da banda, em 2013, fez com que os outros integrantes seguissem caminhos diferentes. Depois de Charlie Brown Jr., Heitor fez parte da banda CPM 22, mas saiu no início de 2016. Marcão e Pinguim atualmente integram a banda Bula, que está para lançar o segundo disco autoral e sair em turnê pelo Brasil a partir do próximo ano.

Ainda que os companheiros de carreira não sejam mais os mesmos, Marcão lembra com carinho do passado e abusa da experiência no presente. “Foi insubstituível. É incrível perceber como tudo está conectado. O sentimento é de gratidão pela música que a gente fez ter conectado tanto as pessoa durante todos esses anos”, diz o guitarrista sobre a trajetória musical.

Vale lembrar que a banda fez parte da trilha sonora de três novelas da Rede Globo, Sangue Bom, Amor à Vida e Malhação e ganhou dois prêmios de melhor álbum de rock brasileiro no Grammy Latino, em 2005 e 2010, com Tâmo aí na Atividade e Camisa 10 Joga Bola Até na Chuva, respectivamente.

Quanto à lembrança e inevitável saudade dos amigos Chorão e Champingon, o músico fala sobre o maior legado que deixaram, as músicas. Além das diversas críticas à sociedade, é possível notar que em grande parte das composições de Charlie Brown Jr., o amor e a esperança andam juntos – desafio para uma geração ansiosa e moderna. Exemplos dessas canções são Uma Criança com seu Olhar e Dias de Luta, Dias de Glória.



"As letras são atemporais. Chorão soube escrever algo com verdade e que faz as pessoas refletirem e pensarem. As músicas e suas mensagens podem ser uma motivação sobre como é viver no Brasil. Afinal somos todos sobreviventes aqui”, pontua o guitarrista.

Apresentação no Recife

Quem espera que o show tenha clima de nostalgia, está indo para o lugar certo. A noite promete muita emoção e uma energia bem particular do grupo. "Tocar Papo Reto, Lugar ao Sol e tantas outras sempre me emociona. Uma conexão entre a banda e a galera que me faz pensar o quanto a música nos fez caminhar", conta Marcão. O grupo ainda garante ter preparado um show especial para Recife, que caminha por todas as fases da banda, de 1996 à 2013, com musicas que o público conhece e outras especiais para os fãs. “Será um grande show”, apostam.

Além do show dos ex-integrantes da Charlie Brown Jr., o público também poderá conferir a apresentação da Banda Mystic e Bob Tayson que contará com a participação especial dos músicos Júnior Ferreira, Sergio Ribeiro, Augusto Quijano e Tomaz Furtado. As pick-ups ficam por conta do DJ Elion Music que se apresenta nos intervalos das bandas.

Os ingressos estão à venda nos quiosques da Ticket Folia nos Shoppings Recife, RioMar, Tacaruna, Plaza, Guararapes e Boa Vista. Online, no site do Downtown Pub e Sympla.

SERVIÇO: Ex-integrantes da banda Charlie Brown Jr. se apresentam hoje, a partir das 22h, no Downtown Pub (Rua Vigário Tenório, 105, Bairro do Recife).



OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM