Jornal do Commercio
Entrevista

Matheus & Kauan encerram o ano de 2018 no Réveillon Parador

Dupla se junta a Alok, Alceu Valença e Avine Vinny para festejar a chegada de 2019 no Recife

Publicado em 30/12/2018, às 12h26

Matheus & Kauan se despedem de 2018 com show no Recife. / Foto: Divulgação
Matheus & Kauan se despedem de 2018 com show no Recife.
Foto: Divulgação
Robson Gomes

O ano que termina para a dupla goiana Matheus & Kauan teve um balanço bastante positivo. Para saudar 2019, eles pisam no Recife nesta segunda-feira (31) compondo o line-up do Réveillon Parador - junto com Alok, Alceu Valença e Avine Vinny - e contam ao Jornal do Commercio como 2018 foi especial para eles.

ENTREVISTA // MATHEUS & KAUAN

JORNAL DO COMMERCIO – Como avaliam o trabalho de vocês no ano de 2018?
MATHEUS – O ano de 2018 foi um muito especial, com certeza. Nós trabalhamos muito, lançamos o Intensamente Hoje, nosso último álbum que foi um grande sucesso nas plataformas digitais, rodamos o País com muitos shows, fizemos a nossa primeira apresentação fora do Brasil, em Nova York, e, para finalizar, gravamos o Tem Moda Pra Tudo.

JC – Segundo o Spotify, vocês estão no Top 5 dos artistas brasileiros com mais streams na plataforma em 2018 e o terceiro disco mais ouvido do ano com o Intensamente Hoje!. Qual a importância de terem estes destaques nesta nova forma de consumir música?
KAUAN – Os aplicativos mudaram a forma de consumir música e tudo isso é muito recente. Todo o mercado ainda está descobrindo esse mundo das plataformas digitais. Então, ter resultados tão positivos assim, nos deixa muito feliz, com certeza.
MATHEUS – É uma grande forma de reconhecimento do nosso trabalho, sem dúvidas.

JC – No canal de vocês no YouTube, o hit do ano foi Ao Vivo e a Cores, com a participação de Anitta, com mais de 170 milhões de visualizações. Foi a parceria perfeita pra vocês?
MATHEUS – Foi uma grande parceria, com certeza. Trabalhar com a Anitta foi um grande aprendizado!
KAUAN – Ela é uma pessoa e artista incrível. Somos grandes admiradores do seu trabalho.

JC – Vocês estão prestes a lançar um novo DVD, intitulado Tem Moda Pra Tudo. Podem falar um pouco sobre este projeto?
KAUAN – É claro! Esse é um DVD que gravamos em dezembro, e foi gravado em uma fazenda em Goiás. É diferente de todos os nossos outros DVDs porque apresenta um formato mais intimista. Recebemos nossos grandes parceiros, que são Marília Mendonça, Gusttavo Lima e Jorge & Mateus, para grandes músicas que estão a caminho.
MATHEUS – Além disso, esse DVD realmente tem moda pra tudo (risos). É moda pra beber, é moda pra chorar, pra curtir, pra dançar! Escolhemos as músicas a dedo para trazermos um grande repertório para vocês.



JC – Conseguem destacar qual foi o momento mais especial da dupla neste ano de 2018?
MATHEUS – Tiveram muitos, difícil escolher um só! Dois dos grandes destaques foram nossos shows em Nova York e o VillaMix Portugal.
KAUAN – Sim, verdade. Além disso, o Intensamente Hoje e Ao Vivo e a Cores.

JC – Vocês verão a chegada de 2019 cantando no Recife. Tem alguma tradição de virada de ano que vocês não vão abrir mão de fazer por aqui?
KAUAN – A nossa maior tradição na virada é passar o ano desejando coisas boas e cercado das pessoas que a gente ama. Não iremos abrir mão disso.

JC – Qual a mensagem que gostariam de deixar para o público que acompanha a dupla neste fim de ano?
MATHEUS – Quero agradecer muito ao nosso público que nos acompanhou ao longo de todo esse ano e nos proporcionou momentos tão especiais.
KAUAN – Que este fim de ano seja de muito amor e muita paz para todos vocês. Até 2019!

SERVIÇO

Reveillón Parador Recife – com Matheus & Kauan, Alok, Alceu Valença e Avine Vinny. Amanhã (31), a partir das 22h, no Parador (Av. Alfredo Lisboa, s/n, bairro do Recife). Ingresso: R$ 390 (open bar + open food), à venda na Ticket Folia, lojas Empório HD, site Reveillón Parador e NE10 Ingressos.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM