Jornal do Commercio
SERTANEJO

Victor Chaves ironiza agressão à mulher e brigas com o irmão

O cantor fingiu ser entrevistado por ele mesmo e debochou das acusações de violência doméstica

Publicado em 12/02/2019, às 12h00

O cantor Victor Chaves / Globo/Divulgação
O cantor Victor Chaves
Globo/Divulgação
Estadão Conteúdo

O cantor Victor Chaves, que fez dupla sertaneja com o irmão Leo Chaves até 2018, publicou um vídeo no YouTube no qual ironiza a acusação de violência doméstica contra ele e as brigas relatadas pelo irmão recentemente. Ele produziu uma entrevista consigo, em que aparece com e sem camisa para alternar perguntas e respostas.

"Senhor Victor, consta que o senhor teria desferido 15 chutes na barriga de uma grávida. A pergunta é: o senhor joga futebol?", questiona para si.

Na sequência, ele aparece dando gargalhadas e responde: "Jogo de vez em quando, mas nunca consegui acertar um chute".

A segunda pergunta segue no mesmo tema. "Senhor Victor, o senhor foi indiciado por vias de fato, que corresponde à agressão sem deixar marcas. Que m**** é essa?", pergunta e responde: "É só uma m**** mesmo".

Para concluir a "entrevista", ele faz referência a uma declaração do irmão Leo, segundo o qual os dois brigavam "o tempo inteiro".



"Senhor Victor, para terminarmos, o senhor teria vivido 27 anos de brigas com seu irmão Leo Chaves. O que o senhor tem a dizer sobre isso?" A resposta, precedida por mais gargalhadas, foi: "Não, 27 anos foi o tempo de dupla. De briga, são 42".

O CASO

Em fevereiro de 2017, Poliana Bagatini, mulher do cantor, registrou um boletim de ocorrência numa delegacia de Minas Gerais em que acusava o marido de tê-la derrubado no chão e a chutado diversas vezes.

Na época, ele era jurado do "The Voice Kids" ao lado do irmão e pediu afastamento do programa para se dedicar ao caso. Dias depois, em entrevista ao Fantástico, ele negou a acusação "Eu jamais agrediria alguém na minha vida, muito menos minha esposa", afirmou.

Um laudo do Instituto Médico Legal de Belo Horizonte atestou que o exame de lesão corporal contra Poliana deu negativo. A delegada responsável pelo caso disse que nenhum vizinho ou funcionário do prédio onde o casal mora presenciou a agressão, apenas ouviu gritos. O motivo da confusão teria sido porque Victor levou a filha do casal para a casa da mãe sem que Poliana soubesse.


Palavras-chave


OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM