Jornal do Commercio
Bastidores

Xand Avião pousa no Rio de Janeiro e grava 'Xand Errejota'

O JC esteve lá e te conta detalhes do novo projeto do forrozeiro

Publicado em 18/02/2019, às 05h00

Sem querer perder o público que o acompanhou desde os tempos de Aviões, Xand Avião propõe um show mais intimista, sem tantas luzes ou tecnologia. / Foto: Rubens Cerqueira/Divulgação
Sem querer perder o público que o acompanhou desde os tempos de Aviões, Xand Avião propõe um show mais intimista, sem tantas luzes ou tecnologia.
Foto: Rubens Cerqueira/Divulgação
Robson Gomes

RIO DE JANEIRO – Com as portas em automático desde 2017, o voo solo do comandante Xand Avião segue tranquilo e sem grandes turbulências no segmento do forró. Com quase 19 anos de carreira, quando ficou conhecido do grande público nos vocais do Aviões do Forró em 2002, o potiguar de 36 anos decidiu fazer uma escala de sua trajetória de sucesso numa tarde quente e ensolarada de um domingo carioca para gravar seu mais novo projeto audiovisual: o disco ao vivo Xand Errejota.

Visualizar esta foto no Instagram.

Uma publicação compartilhada por Xand Avião (@xandaviao) em

“Acho que esse projeto é uma consolidação do que a gente vem fazendo com o Aviões. Nós mudamos um pouco o som, a linguagem da banda, alcançamos novos públicos. Não que a gente não queira o nosso público de 16 anos, queremos sim, porque foram eles que nos colocaram aqui. Mas agora queremos conquistar também os filhos das pessoas que já ouviam Aviões”, disse Xand no camarim momentos antes da gravação.

O cantor também explicou a escolha do Rio de Janeiro: “Hoje é um divisor de águas. Eu falei isso há dois anos quando fiz o DVD lá em Brasília, onde conseguimos o resultado que queríamos. Mas esse DVD será mais intimista, sem muita tecnologia. Tanto que você não vai ver luz, não vai ver led. Acho que o cenário do Rio é o melhor cenário do mundo para fazer esse projeto”.

O Jornal do Commercio foi convidado para o grande evento, realizado num rooftop de um badalado restaurante asiático carioca localizado ao lado do Aeroporto Santos Dumont, que propicia uma visão privilegiada do Pão de Açúcar, do Cristo Redentor e da Baía de Guanabara. Tudo isso temperado a um calor escaldante de 32 graus, com sensação térmica de 40, que dava o clima “sunset” exato para o projeto, dirigido por Tiago Silva, da TS Music.

Com a “temperatura correta” para a gravação, Xand subiu ao palco com superfície espelhada e formato 360 graus – com sete músicos dispostos no centro – às 17h05. As surpresas começaram logo após ele cumprimentar o público seleto, repleto de rapazes e moças bonitas que estavam dispostos a aproveitar a festa regada a open bar de bebidas por todo o espaço da gravação, e abrir o show com Gente Feliz, um hit da cantora Vanessa da Mata, registrada em apenas um take.

Ostentando um figurino de grife todo preto e deixando o colorido apenas para o estampado de uma camisa de botão aberta, a gravação seguiu com a inédita O Mundo Tá Louco, que foi registrada duas vezes, algo comum em gravação de DVD, e ainda terá a participação de Gusttavo Lima, que gravou com Xand no dia seguinte.

A facilidade das letras fazia com que o público assimilasse logo os refrões, para a alegria do anfitrião da festa. A cada música gravada, uma parada para tomar uma água, secar o suor e retocar o laquê do topete. Xand se manteve tranquilo, paciente, obedecendo o diretor, e sendo simpático com o público.

Em seguida, o hit Tá Se Morrendo de Raiva foi registrado duas vezes. E mais duas canções fecharam este primeiro bloco, ambas gravadas apenas uma vez. A última, inclusive, tinha toques de bachata e arrocha nos arranjos, com um refrão pegajoso. A canção coroa um dos desafios de Xand Avião nesta gravação.



“Tem algumas músicas, algumas formas diferentes de cantar. Eu sou muito acostumado a cantar forró, que é mais acelerado, na pressão. Então eu tive que aprender a cantar um pouco mais lento, mais meloso, mas acho que deu certo”, disse Xand ao JC antes de subir ao palco.

O artista ainda justificou as diversas sonoridades deste projeto: “Vai ser um DVD para agradar a todos os públicos. Tem forró, claro, pois somos uma banda de forró. Mas tem bachata, tem um zouk meio caribenho. As pessoas vão ouvir e vão se perguntar: ‘Isso é Aviões mesmo?’, Porque misturamos tudo!”.

Às 18h09, Xand Avião volta de um pequeno intervalo, com outro figurino, para o segundo bloco do Xand Errejota. O cantor abriu com o sucesso Nota Dez, seguido das inéditas Bora Tomar Uma, Me Ama ou Vaza e o arrocha Love Pesado, esta última registrada duas vezes. O segundo momento do DVD foi encerrado com Algo Mais, uma música que fala de um amante que gostaria de ter algo mais sério com o “contatinho”. Ao encerrar essa bateria, Xand deixa o palco mais uma vez e brinca com a plateia: “Não fiquem bêbados, tá?”.

No intervalo entre um bloco de outro, havia um DJ para não deixar o público parado. Também era o momento de reparar mais na plateia, que também tinha algumas pessoas famosas como os atores Guilherme Leicam, Arthur Aguiar, Thierry Figueira, Giulia Buscacio e Renata Dominguez, além de Gabi Prado, João Zoli e o ex-BBBs Fernanda Keulla e Matheus Lisboa.

Com o sol ainda presente, mas próximo de se pôr, às 19h10, Xand começou o seu último bloco de gravação. Na segunda música, intitulada Casal Raiz, ele argumentou ao público que era uma de suas favoritas do projeto. A letra, que diferencia um “casal raiz” (tradicional) de um “casal nutella” (moderno), teve ainda a participação da esposa de Xand, Isabele Temoteo, na plateia, e eles trocaram um beijo no fim da música. “Isso não foi ensaiado, viu?”, disse o cantor. A gravação seguiu com a inédita Recém-Solteira e o hit Solteiro Largado.

FIM DE FESTA

Oficialmente, o registro do DVD terminou às 19h33, com o sol deixando seus últimos raios no Rio de Janeiro, mas a festa não acabou. Xand seguiu fazendo um show particular para o público. “Obrigado por fazerem parte desse sonho”, agradeceu o cantor. “Agora pode quebrar tudo!”, seguiu ele, puxando os sucessos Inquilina, Uber, Fiquei Sabendo e até um medley de funks do Baile da Gaiola, num evento que não tinha hora para terminar.

Para o público que acompanha a carreira de Xand Avião, pode esperar que Xand Errejota - que será lançado pela gravadora Somlivre - será mais que um “projeto solar” de novos hits. O trabalho chegará em breve para mostrar a versatilidade do cantor, e que o forró estilizado faz sucesso em qualquer lugar, até debaixo de um sol escaldante.

*O repórter viajou a convite da assessoria do artista.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM