Jornal do Commercio
Notícia
Lançamento

'Homecoming' mostra razões pelas quais Beyoncé é um ícone

Filme disponibilizado na Netflix traz show do Coachella e bastidores

Publicado em 17/04/2019, às 19h58

Beyoncé fez show histórico no Coachella / Parkwood Entertainment/Divulgação
Beyoncé fez show histórico no Coachella
Parkwood Entertainment/Divulgação
Márcio Bastos

Desde o dia em que disponibilizou de surpresa o disco que leva seu nome, em dezembro de 2013, Beyoncé tem feito de cada lançamento seu um evento que “quebra a internet”. Não foi diferente com Homecoming, documentário que estreou nesta quarta-feira (17) na Netflix, registrando os bastidores dos icônico shows da cantora no festival Coachella, em 2018. A diva norte-americana disponibilizou ainda um disco ao vivo com as 38 canções que compuseram a apresentação, além de duas inéditas.

A performance de Beyoncé no Coachella, que ficou conhecida como Beychella, foi um daqueles eventos que já nascem históricos. A artista reuniu no palco cerca de 100 dançarinos e dezenas de músicos, todos negros e a maioria proveniente de instituições de ensino fundadas antes do fim da segregação racial nos EUA e que tinha como objetivo fomentar a educação de jovens negros.

Juntos, celebram a cultura afro-americana e consolidar seu posto como uma das artistas mais importantes da história da música pop e do r&b. Anteriormente agendada para se apresentar na edição de 2017, Beyoncé precisou adiar o show por conta de sua gravidez. Menos de um ano após dar à luz os gêmeos Sir e Rumi, ela subiu ao palco do festival com uma energia renovada, entendendo o que o momento significaria na sua carreira, já que se tornaria a primeira mulher negra a ser headliner do evento (e apenas a terceira mulher na história do Coachella). Homecoming captura a força do show e o magnetismo de Beyoncé, que comanda uma plateia de 125 mil pessoas. Sua voz, mais grave com o passar do tempo, parece mais poderosa e ela, mais livre.

Apesar de cada segundo ser milimetricamente pensado – como mostram as transições no documentário entre as apresentações de fins de semana diferentes, mas exatamente iguais, com exceção do figurino – a artista parece era se divertindo como nunca. O show é um deleite, com todos os sucessos da artistas, a maioria reimaginados com novos arranjos, além de participações luxuosas de Jay-Z, Kelly Rowland e Michelle Williams, suas companheiras do Destiny’s Child, J Balvin e Solange, sua irmã. Com direção de Beyoncé, o filme mostra o esforço criativo e físico de Beyoncé para atingir a perfeição no palco.



A maratona intensa de ensaios começou meses antes, quando Beyoncé ainda se recuperava da cesárea, após uma gravidez difícil. Sua visão artística – ela confere os mínimos detalhes, do cenário ao figurino, passando pelos arranjos e as coreografias – é ousada.

Os bastidores mostram ainda momentos delicados da artista com seus filhos, e com o marido Jay-Z, que também participa do show. É uma oportunidade interessante também de entender os simbolismos por trás da performance, a importância dada por Beyoncé à questão da educação e do empoderamento negro, inserindo gravações de falas de pensadores, ativistas e artistas, como Maya Angelou e Toni Morrison.

LEMONADE

Os fãs de Beyoncé, inclusive, só têm motivos para comemorar. De acordo com a revista americana Variety, a cantora disponibilizará o Lemonade em todas as plataformas digitais na próxima terça-feira (23). Até agora, o aclamado sexto álbum da norte-americana só estava disponível no Tidal, serviço de streaming do qual ela e Jay-Z são sócios.

A data é emblemática: há três anos ela transmitiu o álbum visual na HBO. O Lemonade se tornou o disco mais vendido de 2016, com 2,5 milhões de cópias comercializadas.


Palavras-chave


OFERTAS

Especiais JC

Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.
Mãe Guerreira Mãe Guerreira
Junto com uma criança, nasce sempre uma mãe, que enfrenta inúmeros desafios para educar, acolher e dar o melhor aos filhos. Por isso, todas elas carregam em si a força e a coragem de verdadeiras guerreiras.
JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM