Jornal do Commercio
Notícia
em são paulo

Compadre Washington sofre assalto após show na Virada Cultural

O cantor do É o Tchan sofreu um ferimento na cabeça após um assalto e foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros

Publicado em 21/05/2019, às 10h48

Compadre Washington ficou ferido na cabeça / Instagram/Reprodução
Compadre Washington ficou ferido na cabeça
Instagram/Reprodução
Bruno Deiro, do Estadão Conteúdo

O cantor Compadre Washington, 54 anos, um dos vocalistas do É o Tchan!, sofreu um ferimento na cabeça após um assalto na madrugada da segunda-feira, 20, na Rua da Consolação, no centro de São Paulo. Ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e, até o fim da manhã, permanecia internado no Hospital das Clínicas, no centro da cidade. A assessoria de imprensa do hospital afirmou que o músico está em observação no pronto-socorro e que seu quadro é estável.

Outra pessoa ferida após o término da Virada foi um italiano, de 28 anos, esfaqueado por um grupo com travestis na Rua Vieira de Carvalho, na República. A polícia prendeu quatro suspeitos.

No caso de Compadre Washington, o assalto ocorreu às 2h20 já da segunda-feira, segundo a Polícia Civil. O músico havia participado, com seu grupo, de um show no palco Brega da Virada Cultural deste ano, que havia terminado às 18h do domingo.



A Secretaria Estadual da Segurança Pública informou que o cantor estava com um casal quando foram abordados por quatro pessoas, dois homens e duas mulheres, que disseram estar armados e anunciaram o assalto. Uma delas empurrou Compadre Washington, que caiu e bateu a cabeça. Todos os criminosos conseguiram fugir da Polícia Militar, que chegou na Consolação depois de o cantor já ter sido socorrido. O caso foi registrado como tentativa de roubo no 78º Distrito Policial (Jardins).

ESFAQUEAMENTO

Outro incidente durante a Virada Cultural envolveu um italiano de 28 anos, que foi esfaqueado após um assalto ocorrido na Rua Vieira de Carvalho, na República, centro de São Paulo, na noite deste domingo, 19, pouco depois do encerramento da Virada Cultural 2019.

Alessandro Ducci assistiu ao show da cantora Preta Gil, na Praça da República, e depois se envolveu em uma discussão. Segundo a polícia, o rapaz foi atacado por um grupo de cinco pessoas, sendo três homens e duas travestis, que roubaram sua carteira e um celular. Ferido no abdome, ele foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para a Santa Casa de Misericórdia, na Santa Cecília, onde recebeu atendimento.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM