Jornal do Commercio
Notícia
SUPERAÇÃO

Sobrevivente do acidente da Chapecoense, Follmann vence PopStar

O ex-goleiro, que perdeu uma perna no acidente, conquistou os jurados e o público com os hits 'Propaganda', 'Tocando em Frente' e 'Evidências'

Publicado em 29/12/2019, às 14h29

Follmann, que perdeu uma perna no acidente, faturou o prêmio de R$ 250 mil / Foto: Reprodução/ Rede Globo
Follmann, que perdeu uma perna no acidente, faturou o prêmio de R$ 250 mil
Foto: Reprodução/ Rede Globo
JC Online

O ex-goleiro da Chapecoense Jackson Follmann, um dos sobreviventes do acidente aéreo que deixou 71 mortos em 2016, na Colômbia, foi o grande vencedor do programa PopStar, da Rede Globo. Follmann, que estava entre os favoritos, desbancou Danilo Vieira, Eriberto Leão, Helga Nemeczyk, Totia Meireles e Yara Charry na final deste domingo (29). 

Para conquistar os jurados e o público, o ex-goleiro soltou a voz e cantou 'Propaganda', sucesso da dupla sertaneja Jorge & Matheus, na primeira rodada. Na segunda, interpretou 'Tocando em frente', de Almir Sater. Na terceira e última, a qual disputou com a segunda colocada, Helga Nemeczy, Follmann levou ao palco sua versão da música 'Evidências', de Chitãozinho e Xororó. Veja o vídeo:

 Pela apresentação, o vencedor recebeu nota 9,99 dos especialistas, mais 9,86 da plateia interativa, 9,61 do público e uma "estrela bônus", somando 30,76 no ranking. Nemeczy, medalha de prata do reality show, ficou com uma pontuação de 30,46.



 "Estou super feliz mesmo, faria tudo de novo. Só tenho a agradecer. Gratidão a todos que votaram, às pessoas em casa, à plateia, aos jurados, a todos", disse, emocionado. Follmann, que perdeu uma perna no acidente, faturou o prêmio de R$ 250 mil.  

Os pais do ex-atleta prestigiaram a vitória do filho. "Muita gratidão por tudo, principalmente a Deus, por ter dado um filho tão maravilhoso. Ele é nosso anjo que Deus deixou conosco", disse o pai, Paulo Follmann.

Tony Tornado, um dos jurados que compuseram a mesa dos especialistas, disse que já esperava o resultado. "Desde o início ele era o melhor que tinha no grupo", comentou. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM