Jornal do Commercio
Cantor

Beto Barbosa diz ser vítima em caso policial

Artista foi preso após confusão em uma casa noturna com uma amiga, que teria levado o carro de Beto

Publicado em 08/03/2012, às 16h55

Da Agência Estado

Em nota à imprensa, o cantor Beto Barbosa disse que foi vítima na confusão que ocorreu na madrugada desta quinta-feira (8), em São Paulo. Ele acabou no 96º Distrito Policial (Campo Belo), na zona sul paulistana, para registro de boletim de ocorrência sobre uma suposta briga com uma amiga. "Fui vítima e estou sendo acusado", afirmou.

De acordo com o comunicado do cantor, ele foi na noite de quarta-feira a um restaurante com essa amiga. Fãs de Beto se juntaram à mesa, e a mulher, que também era hóspede dele, sugeriu que todos fossem para uma casa noturna, segundo a versão do cantor. O relato feito no BO e divulgado pela Secretaria de Segurança Pública (SSP) apresenta algumas diferenças.

No local, a mulher encontrou uma amiga e Beto encontrou uma colega e eles se separaram. Após algum tempo, de acordo com a nota do artista, as mulheres se ausentaram da casa noturna e, percebendo isso, o cantor também decidiu ir embora.

Ao chegar ao estacionamento, Beto foi avisado que a amiga tinha levado seu carro. Segundo a nota, o cantor ficou espantado, já que somente ele poderia retirar o seu veículo. Ao tentar localizar o carro, o artista se encontrou com a amiga, que estaria com uma mala. O cantor foi tirar satisfações para saber o que havia na bagagem e impediu que a amiga e a mulher que estava com ela fossem embora. Nessa versão, Beto diz que chamou a Polícia Militar e, quando os agentes chegaram, todos foram para o apartamento dele.

Ao chegarem ao prédio em Moema, na zona sul, o apartamento de Beto estava aberto e o cantor teria pedido uma perícia no local, o que, segundo o cantor, foi recusado. O artista diz que o porteiro liberou o acesso pois viu o carro do cantor, que tem janelas escuras, chegando e pensou que fosse Beto. Com a confusão, todos foram levados para a delegacia para prestar esclarecimentos e liberados na manhã desta quinta. Segundo o comunicado, Beto não percebeu danos no carro ou no apartamento. Segundo ele, as mulheres não apresentaram lesão corporal. Os advogados do cantor estão cuidando do caso, segundo o comunicado.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM