Jornal do Commercio
INCÊNDIO

Museu Nacional é cercado com tapumes de madeira

De acordo com a direção do museu, o cercamento do prédio é a primeira etapa da chamada fase 1 de recuperação

Publicado em 12/09/2018, às 13h01

O objetivo dos tapumes é proteger o museu / Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
O objetivo dos tapumes é proteger o museu
Foto: Tomaz Silva/Agência Brasil
Estadão Conteúdo
Roberta Jansen

Tapumes de madeira começaram a ser instalados ao redor do prédio principal do Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, em São Cristóvão, na zona norte do Rio. As estruturas de madeira irão cercar completamente o Palácio São Cristóvão, que pegou fogo no último dia 2.

De acordo com a direção do museu, o cercamento do prédio é a primeira etapa da chamada fase 1 de recuperação. O objetivo é proteger o local. Em seguida, começará o trabalho de contenção do prédio, para afastar o risco de desabamentos. Uma cobertura será também instalada na parte superior do prédio, uma vez que o telhado cedeu completamente com o fogo. O objetivo é proteger a edificação contra chuva, fungos e mofo.



Instalação de módulos

Por fim, a instalação de módulos e contêineres na parte externa permitirá que especialistas comecem a trabalhar nos escombros para recuperar eventuais peças do acervo que tenham sobrevivido às chamas e leva-las para esses laboratórios provisórios. O plano emergencial tem por objetivo evitar maiores danos ao prédio e ao acervo.

O Museu Nacional aguarda ainda a liberação da verba emergencial de R$ 10 milhões prometida pelo Ministério da Educação.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM