Jornal do Commercio
Luto

Deise Cipriano, do Fat Family, morre em decorrência de câncer

Cantora tinha 39 anos e estava em tratamento desde o final de agosto de 2018

Publicado em 12/02/2019, às 16h35

Deise era a caçula dos irmãos Cipriano / Instagram/@deisefatfamily/Reprodução
Deise era a caçula dos irmãos Cipriano
Instagram/@deisefatfamily/Reprodução
Redação com agências

Faleceu, nesta terça-feira (12), a cantora Deise Cipriano, que junto aos irmãos integrou o grupo Fat Family. A cantora, que tinha 39 anos, estava em tratamento de um câncer no fígado no Instituto do Câncer desde o final de agosto de 2018, quando foi diagnosticada. Segundo o UOL, a informação foi confirmada pela assessoria de imprensa do Fat Family.

Após quatro meses no hospital devido a um câncer no fígado, entre agosto e dezembro de 2018, Deise Cipriano, do Fat Family, voltou a ser internada no Instituto do Câncer, em São Paulo. Quando recebeu alta, ela chegou a dizer que "Deus a tirou da cova".



Segundo a produção do grupo musical, a cantora foi ao centro médico fazer uma bateria de exames no dia 26 de dezembro e teve de ficar por lá. Desde o início do tratamento, ela passou por quimioterapia, teve de raspar a cabeça e apresenta dificuldade para falar por causa de uma cirurgia de traqueostomia.

Deise era a filha caçula do casal Célio e Nelita Cipriano e cantava desde os oito anos com os irmãos. Como Fat Family, os artistas alcançaram sucesso nacional nos anos 1990 e lançaram sete álbuns, quatro de estúdio e três coletâneas.

Ela é o segundo membro do grupo a falecer. Seu irmão, Sidney Cipriano, faleceu em 2011, vítima de um AVC.

LEMBRE OS MAIORES SUCESSOS DO FAT FAMILY:




Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM