Jornal do Commercio
RETRATO

Fábio Assunção: Que venham todos os mistérios do mundo me ensinar um novo olhar

Ator compartilhou uma mensagem sobre aprendizado e celebração no dia do aniversário dele

Publicado em 10/08/2018, às 15h40

Fábio Assunção completou 47 anos / Instagram/Reprodução
Fábio Assunção completou 47 anos
Instagram/Reprodução
JC Online

O ator Fábio Assunção completa 47 anos nesta sexta-feira (10/8) e, no dia do aniversário, publicou um auto-retrato em seu perfil do Instagram junto com um texto sobre celebração e aprendizado. "Não quero nada que eu não possa celebrar todo dia. Quero celebrar até o que dói, quero celebrar a intensidade de viver e, claro, viver disponível a tudo o que me faz bem", afirma ele em trecho da mensagem.

"O bem não é algo ilusório e utópico. O bem é caminhar, resignificando a cruz em uma mochila cheia de coisas que não existem mais. Uma bagagem leve pra quem quer andar com o foco no mundo e não num banco pra se sentar. Poderia ter todos os dons do mundo, mas me satisfaço com a gratidão, afinal nada é meu e tudo está dentro de mim, vivo, sempre transformador, nessa terra cheia de coisas lindas no meio das coisas que não atormentam mais. Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo", continuou o ator.

"E hoje, é só mais um dia desses em que desejo sorrir moderadamente. Se um dia não amar mais, deixarei de escrever coisas longas e chatas... Que venham todos os mistérios do mundo me ensinar um novo olhar. Esse chamado é universal", concluiu o aniversariante, que recebeu mensagens de amigos, fãs e da namorada, Maria Ribeiro.



Não sei direito o que é fazer aniversário. Encontrar amigos, amores, família? Sim, é isso. O que mais? Pensar no que vivemos ou projetar um futuro? Celebrar o presente, melhor. Mergulhar pra dentro, sentir prazer com as conquistas, jogar fora o que não deu certo, estabelecer novas metas? A vida é mais fácil que um aniversário e mais difícil do que imaginávamos nos primeiros anos. Era a hora das coisas andarem assim, sem esforço; mas sem esforço a vida não anda. Não quero nada que eu não possa celebrar todo dia. Quero celebrar até o que dói, quero celebrar a intensidade de viver e, claro, viver disponível a tudo o que me faz bem. O bem não é algo ilusório e utópico. O bem é caminhar, resignificando a cruz em uma mochila cheia de coisas que não existem mais. Uma bagagem leve pra quem quer andar com o foco no mundo e não num banco pra se sentar. Poderia ter todos os dons do mundo, mas me satisfaço com a gratidão, afinal nada é meu e tudo está dentro de mim, vivo, sempre transformador, nessa terra cheia de coisas lindas no meio das coisas que não atormentam mais. Me desprendo a cada dia das coisas que não preciso mais levar comigo. E hoje, é só mais um dia desses em que desejo sorrir moderadamente. Se um dia não amar mais, deixarei de escrever coisas longas e chatas... Que venham todos os mistérios do mundo me ensinar um novo olhar. Esse chamado é universal.

Uma publicação compartilhada por Fabio Assunção (@fabioassuncaooficial) em

Maria Ribeiro

A escritora e atriz Maria Ribeiro também fez uma publicação no Instagram relacionada ao aniversário de Fábio Assunção. "4.7 desse rapaz latino-americano que tem esses olhos bonitos e o coração, mais ainda. Ator imenso, pai apaixonado, diretor de clipe do Gil, e mergulhador profissional (pelo menos é o que ele diz...rs). Fabio não cabe em nenhuma legenda e não aceita os carimbos óbvios", escreveu Maria.





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM