Jornal do Commercio
Revolta

Marília Mendonça desabafa após morte de sua cadela Alice

Cantora ficou incomodada com o retorno de alguns seguidores ao viver um momento difícil

Publicado em 13/09/2018, às 18h15

Marília Mendonça perdeu a cadela após um infarto. / Foto: Instagram/@mariliamendoncacantora/Reprodução
Marília Mendonça perdeu a cadela após um infarto.
Foto: Instagram/@mariliamendoncacantora/Reprodução
Estadão Conteúdo

A cantora Marília Mendonça lamentou a morte de sua cadela, Alice, na última quarta-feira (12), em seu Twitter, e fez um desabafo sobre a reação de alguns fãs ao dia difícil que contou estar tendo.

"Nojo. Tudo se baseia em dinheiro. 'Problemas de rico'. Vocês têm que parar com essa ilusão de que dinheiro traz a p*** da felicidade. O fato de trabalhar não me torna uma mutante super-heroína, não", escreveu.



"Minha cadela morreu na frente da minha mãe, eu não posso ficar em casa com ela porque tenho que trabalhar. Não consegui comer nada hoje, minha mãe me manda áudio chorando de 10 em 10 minutos .. Se fosse só ouvido entupido tava bom", explicou.

Marília ainda questionou: "Cadê a empatia diante do sofrimento das pessoas?"

MOTIVO DA PERDA

Sobre a morte de Alice, a cantora afirmou que a cachorrinha foi vítima de um infarto: "Foi causada por um incêndio nos arredores dos condomínios de Goiânia, acabamos de descobrir. Culpo quem agora? Quem vai trazer ela de volta?"



Comentários

Por Câmara Filho,13/09/2018

Vai procurar o que fazer. Sugiro enxugar gelo.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM