Jornal do Commercio
polêmica

Exército suíço defende seu desempenho em Davos, apesar de casos de consumo de drogas

Doze soldados que protegiam a reunião anual fumavam maconha e cinco usaram cocaína, segundo a imprensa suíça, que citou um porta-voz do exército

Publicado em 24/01/2016, às 15h03

Fórum anual reúne empresário importantes de todo mundo com autoridades de Estado / Foto: AFP
Fórum anual reúne empresário importantes de todo mundo com autoridades de Estado
Foto: AFP
AFP

Alguns casos "lamentáveis" de militares suíços que usaram drogas não alteraram o bom desempenho do corpo de segurança no Fórum Econômico Mundial de Davos, afirmou, neste domingo, o departamento de Defesa do país. "O envolvimento do exército na segurança do fórum de Davos de 2016 fluiu sem nenhum problema", disse o departamento em um comunicado.

Doze soldados que protegiam a reunião anual fumavam maconha e cinco usaram cocaína, segundo a imprensa suíça, que citou um porta-voz do exército.

"Nossos soldados tiveram um desempenho exemplar. Alguns poucos casos lamentáveis de consumo de drogas não deveriam ofuscar a impressão positiva geral", defendeu Jean-Marc Halter, comandante da divisão de deslocamento de Davos.



Mais de quatro mil soldados suíços foram enviados à comuna suíça, onde chefes de Estado e de Governo se reuniram com líderes empresariais no fórum que terminou no sábado. A polícia militar, acompanhada de cães farejadores, detectou três gramas de cocaína com um dos soldados. Ele foi enviado para casa e será indiciado judicialmente, indicou a imprensa suíça.

Os outros soldados que deram positivo no teste de cocaína também tiveram que regressar para suas casas e serão sancionados, enquanto aqueles que fumaram maconha foram autorizados a permanecer em Davos. 




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM