Jornal do Commercio
CRESCIMENTO

S&P projeta que PIB do Brasil acelerará de 1,4% em 2018 para 2,4% em 2019

A agência ameaça poder rebaixar a nota de crédito soberana do País caso o governo tome medidas que elevem vulnerabilidades

Publicado em 07/02/2019, às 17h15

A agência projeta alta anual da inflação em torno de 4% entre 2019 e 2022 / Foto: AFP
A agência projeta alta anual da inflação em torno de 4% entre 2019 e 2022
Foto: AFP
Estadão Conteúdo

A agência de classificação de risco S&P Global Ratings informou que projeta uma aceleração do crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil do nível esperado de 1,4% em 2018 para 2,4% este ano. "Desde a eleição do presidente Jair Bolsonaro, o sentimento empresarial se fortaleceu. Além da melhora no sentimento, uma recuperação nos empréstimos bancários e condições do mercado de trabalho devem apoiar a aceleração da demanda doméstica, especificamente em investimento e consumo doméstico", afirmou a agência, que projeta expansão média de 2,6% nos próximos três anos.

A agenda de reformas do novo governo foi citada pela S&P, que a classificou como "ambiciosa" por tentar abarcar a vulnerabilidade fiscal do País. A agência ameaça poder rebaixar a nota de crédito soberana do País caso o governo tome medidas que elevem essas vulnerabilidades, "ou seja, prejudique as perspectivas de um lento declínio nos déficits do governo ou acelere o aumento da dívida".



Inflação

A S&P também acredita que, no geral, o hiato negativo do produto, o alto nível de folga no mercado de trabalho, as perspectivas ainda moderadas para o crescimento do PIB real de curto prazo, as expectativas de inflação bem ancoradas e a credibilidade do Banco Central "devem ajudar a manter a inflação bem ancorada em 2019 e 2020". A agência projeta alta anual da inflação em torno de 4% entre 2019 e 2022, "em linha com as metas". Sobre o BC, ela destaca que a autonomia formal do banco central "poderia reduzir as incertezas relacionadas aos ciclos eleitorais e proteger o Banco Central de possíveis interferências políticas na condução da política monetária".




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM