Jornal do Commercio
PROJEÇÕES

IPCA para 2018 previsto pelo Focus cai de 3,70% para 3,67%

Para o próximo ano, a estimativa do IPCA caiu para 4%

Publicado em 12/03/2018, às 12h40

A estimativa para março de 2018 caiu de 0,25% para 0,22% / Foto: Pixabay/Reprodução
A estimativa para março de 2018 caiu de 0,25% para 0,22%
Foto: Pixabay/Reprodução
Estadão Conteúdo

Os economistas do mercado financeiro reduziram pela sexta semana consecutiva a previsão para a inflação de 2018. No Relatório de Mercado Focus divulgado na manhã desta segunda-feira (12), pelo Banco Central (BC), a mediana para o IPCA este ano caiu de 3,70% para 3,67%. Há um mês, estava em 3,84%. Já a projeção para o índice em 2019 caiu de 4,24% para 4,20%, na segunda redução seguida. Quatro semanas atrás, ela estava em 4,25%.

Mesmo com as quedas seguidas, as projeções de mercado indicam que a expectativa é de que a inflação em 2018 fique dentro da meta, de 4,5%, com margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual (índice de 3,0% a 6,0%). Para 2019, a meta é de 4,25%, com margem de 1,5 ponto (de 2,75% a 5,75%).

Entre as instituições que mais se aproximam do resultado efetivo do IPCA no médio prazo, denominadas Top 5, a mediana das projeções para 2018 no Focus seguiu em 3,67%. Para 2019, a estimativa do Top 5 caiu de 4,25% para 4%. Quatro semanas atrás, as expectativas eram de 3,86% e 4,25%, respectivamente.

Já a inflação suavizada para os próximos 12 meses foi na mesma tendência de queda ao passar de 4,02% para 3,98% de uma semana para outra - há um mês, estava em 4,03%.



Entre os índices mensais mais próximos, a estimativa para março de 2018 caiu de 0,25% para 0,22%. Um mês antes, estava em 0,31%. No caso de abril, a projeção seguiu em 0,36%, ante 0,37% de quatro semanas antes.

Preços administrados

O Relatório Focus indicou a expectativa de ligeira aceleração dos preços administrados em 2018. A mediana das previsões do mercado financeiro para o indicador este ano foi de 4,94% para avanço de 4,95%. Para 2019, ao contrário, a mediana passou de 4,48% para 4,43%. Há um mês, o mercado projetava aumento de 4,80% para os preços administrados em 2018 e elevação de 4,45% em 2019.

As projeções atuais do BC para os preços administrados indicam elevações de 4,8% em 2018 e 4,1% em 2019. Estes porcentuais foram atualizados na ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), divulgada no mês passado.

 





Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Papai Noel o ano inteiro Papai Noel o ano inteiro
As luzes na cidade anunciam que o Natal já chegou. É nesta época do ano que o espírito natalino faz aflorar alguns dos sentimentos mais nobres. Agora iremos contar histórias de pessoas, organizações e empresas que fizeram da solidariedade missão de vida
Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM