Jornal do Commercio
decisão

Após protestos de caminhoneiros, Petrobras anuncia redução de preços de combustíveis

Para esclarecer melhor a situação, as mudanças nos preços não chegarão necessariamente ao consumidor final na bomba

Publicado em 22/05/2018, às 10h01

No ano passado, necessariamente no mês de julho, a Petrobras adotou uma nova política de preços / Foto: Agência Brasil
No ano passado, necessariamente no mês de julho, a Petrobras adotou uma nova política de preços
Foto: Agência Brasil
JC Online
Com informações do portal UOL

A partir da próxima quarta-feira (23), a Petrobras anunciou que reduzirá os preços de diesel e gasolina nas refinarias. A petroleira afirma que a conclusão foi tomada após as discussões dentro do governo e aos protestos dos caminhoneiros por todo o País.

De acordo com a estatal, o valor do diesel será reduzido em 1,54%, para R$ 2,3351 por litro, no primeiro corte desde 12 de maio, após sete altas seguidas. Já a gasolina diminuirá em 2,08%, para R$ 2,0433 por litro, a primeira redução desde 3 de maio.

No entanto, as mudanças nos preços não chegarão necessariamente ao consumidor final na bomba. Os postos terão a liberdade de aplicar ou não o reajuste, e na porcentagem que desejarem.



JULHO PASSADO

No ano passado, necessariamente no mês de julho, a Petrobras adotou uma nova política de preços. A nova metodologia previa alterações quase que diárias nas cotações dos combustíveis, em linha com o mercado internacional.

PROTESTOS

Na manhã dessa segunda-feira (21), os caminhoneiros fizeram um protesto no quilômetro 83 da BR-101, em Jaboatão dos Guararapes, na Região Metropolitana do Recife (RMR). A manifestação, que faz parte de uma mobilização nacional contra o aumento do diesel, teve início às 10h33 e só foi finalizada às 22h45.

Os caminhoneiros pediram a redução da carga tributária sobre o diesel. Reivindicam a zeragem da alíquota do PIS/Pasep e Confins e a isenção da Cide (Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico). Os impostos representam quase a metade do valor do diesel na refinaria. Segundo eles, a carga tributária menor daria fôlego ao setor, já que o diesel representa 42% do custo da atividade.


Recomendados para você


Comentários

Por Valter,23/05/2018

Fala sério ! Depois de saquearem a Petrobras até os ossos, somos nós o povão quem vai pagar a conta. O governo arruma a desculpa que quiser (Disparada do dólar, aumento do preço do barril de petróleo) mas, chegamos à níveis insuportáveis, nosso Brasil que já é uma "Rocinha", logo vamos virar uma "Venezuela" !

Por DARIO NAZÁRIO,22/05/2018

Nessa matéria encontramos a palavra NECESSARIAMENTE 4 vezes. isso é DESNECESSÁRIO.

Por Joabe,22/05/2018

De fato, é um lixo essa má administração policita no Brasil, somos literalmente roubado a todo instantes com essas altas taxas de impostos. #Temer, presidente de merda envolvido em corrupção, nem falo dos outros que fá fizeram as merdas deles e alguns estão supostamente pagando pelos seus crimes.. Até quando irá durar esse regimes de tirar de nós para enriquecer quem já rico e extremamente favorecido.

Por Viviani ,22/05/2018

Isso literalmente é uma palhaçada! Aqui em Candeias os postos já estão com a gasolina acima de R$ 4,50 e temos que engolir uma publicação dessa de que esse aumento não será repassado para os postos??? #BRASILVERGONHA!

Por Andrea,22/05/2018

Resumindo: os preços continuarão como estão.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe
As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus As Paixões de José Pimentel, o eterno Jesus
O JC preparou um hotsite especial em homenagem ao ator e diretor Jose Pimentel, o eterno Jesus Cristo do teatro pernambucano
Nordeste Renovável Nordeste Renovável
Com a força dos ventos e a incidência solar, o Nordeste desponta como oásis. Não só para o turismo, nem apenas no Litoral. Na geração de energia sustentável está a nova fonte de riqueza da Região, principalmente no interior

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM