Jornal do Commercio
BOATO

Fake news: órgãos garantem que não haverá apagão no Nordeste

Prints que circularam nas redes sociais nesta quinta-feira (24) com o intuito de causar pânico nos brasileiros foram desmentidos pelo ONS e MME

Publicado em 24/05/2018, às 17h52

O MME e o ONS negaram a veracidade das notícias que circulam nas redes. / Foto: Arte JC/Reprodução
O MME e o ONS negaram a veracidade das notícias que circulam nas redes.
Foto: Arte JC/Reprodução
Isabela Veríssimo
iverissimo@jc.com.br

O Ministério de Minas e Energia (MME) e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) desmentiram as imagens que traziam falsas notícias nas redes sociais sobre um possível apagão na noite desta quinta-feira (24) em todo Nordeste. 

Procurada pela reportagem do JC, o MME explicou que não tinha conhecimento do compartilhamento desses "prints" e que a decisão de acionar ou desligar as termelétricas é de responsabilidade do ONS. O Operador do Sistema Elétrico, por sua vez, garantiu que a maioria das térmicas despachadas no momento é a gás, e não a diesel. Segundo a assessoria de imprensa do ONS, mesmo que todas as termoelétricas em operação fossem desligadas, não aconteceria apagão algum.



Por que não deve ter apagão?

Para reforçar que as imagens compartilhadas nesta quinta-feira nas redes sociais são fake news, é preciso entender que o Brasil é abastecido por um sistema interligado de diversas matrizes - entre elas, eólicas, hidrelétricas e termoelétricas. As térmicas são utilizadas, em sua maioria, em momentos de escassez hídrica. Hoje, no Brasil, as usinas operadas a diesel representam apenas 3,3% da capacidade energética do País.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM