Jornal do Commercio
Caminhoneiros

Ações da Petrobras caem 8% após concessões de Temer

Queda é reflexo do anúncio da redução do preço do diesel, acordado por Michel Temer

Publicado em 28/05/2018, às 13h01

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tentava acalmar nesta segunda-feira (28) a reação negativa do mercado / Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tentava acalmar nesta segunda-feira (28) a reação negativa do mercado
Foto: Tânia Rêgo/Agência Brasil
AFP

As ações da Petrobras caíam cerca de 8% na Bolsa de Valores de São Paulo nesta segunda-feira (28), um dia após o anúncio da redução do preço do diesel, acordada pelo presidente Michel Temer para acabar com a greve dos caminhoneiros.

Às 11h10, as ações preferenciais da estatal petroleira perdiam 7,58% e as ordinárias 7,47%, após ter superado a barreira dos 8%, enquanto o índice Ibovespa caía 2,77%. Na semana passada, as ações da Petrobras já haviam caído 14%.

Acordo

Temer anunciou no domingo (27) uma redução de 46 centavos por litro de diesel por 60 dias e uma revisão mensal dos preços, ao invés de diária, como a Petrobras fazia até a semana passada, quando a crise eclodiu.



O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, tentava acalmar nesta segunda-feira (28) a reação negativa do mercado, garantindo que a medida "não irá causar qualquer prejuízo" para a empresa e que "não há um congelamento de preços" mas "apenas uma mudança na periodicidade" da revisão. 

A Petrobras havia alinhado seus preços com os do mercado internacional, com revisões diárias, no final de 2016 como uma estratégia para corrigir suas finanças e recuperar sua credibilidade depois de estar no centro do maior escândalo de corrupção na história do Brasil. 

A greve dos caminhoneiros que durante oito dias paralisa o Brasil foi desencadeada pelo aumento contínuo do preço do diesel, que passou de uma média de 3,356 reais em janeiro para 3,595 reais em 19 de maio, antes da greve, e chegou a 3,788 reais em 26 de maio.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM