Jornal do Commercio
BANCO CENTRAL

Ilan: inovações tecnológicas podem ampliar competitividade no mercado

O presidente do BC ainda afirmou que as autoridades devem estimular a inovação tecnológica

Publicado em 14/06/2018, às 14h19

Ilan Goldfajn fez as declarações durante o discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado, / Foto: ABr
Ilan Goldfajn fez as declarações durante o discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado,
Foto: ABr
Estadão Conteúdo

O presidente do Banco Central, Ilan Goldfajn, defende que as inovações tecnológicas são uma maneira de ampliar a competitividade no mercado financeiro. A defesa foi feita em discurso na sessão de abertura de um seminário internacional sobre inovações no mercado, realizado pelo BC na sede da instituição, na capital federal.

"Este é um importante assunto para nós no BC. Nossa abordagem em relação às fintechs tem sido de permitir que elas floresçam antes de regulamentar", disse Ilan, conforme discurso publicado na internet.

Ilan afirmou que o BC dá as boas vindas a vários temas de inovação e defendeu que as autoridades devem estimular a inovação. "Desde 2016, o BC tem trabalhado em um conjunto amplo de ações chamado 'Agenda BC+' e muitas dessas ações envolvem inovações tecnológicas".



O presidente do BC deu como exemplo a regulamentação das fintechs e a adoção de critérios para funcionamento das plataformas de crédito direto e as empresas de empréstimos do tipo P2P.

"Inovações tecnológicas têm potencial de gerar valor para a sociedade brasileira", defendeu Ilan, ao mencionar iniciativas para aumentar a inclusão financeira ou ações para reduzir o volume de cédulas em circulação. "Há um universo enorme para ser explorado e as empresas financeiras baseadas em soluções tecnológicas vão liderar cada vez mais a competição no sistema financeiro nacional e global", disse.

O evento é fechado à imprensa e conta com o apoio de autoridades monetárias internacionais, como de Alemanha e Turquia, além do Fundo Monetário Internacional (FMI).


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM