Jornal do Commercio
REGIÃO NORDESTE

Nordeste bate recorde de geração de energia solar e eólica

A região Nordeste está exportando energia para o Sudeste e Centro-Oeste em função do bom desempenho

Publicado em 30/08/2018, às 12h59

Em agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador / Foto: Arquivo/Agência Brasil
Em agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O Operador Nacional do Sistema (ONS) informou nesta quinta-feira (30) que a geração de energia eólica e solar na região Nordeste bateu novo recorde na quarta-feira. A energia solar registrou recorde de geração instantânea ao atingir um pico de 675 megawatts (MWp) às 12h11. O fator de capacidade chegou a 86% naquele momento, informou o ONS.

Recorde

Já a energia eólica bateu recorde de geração média diária, ao produzir 7.137 MW médios, com um fator de capacidade de 71%, contra a média mundial de 25%. O volume de energia foi responsável por atender 71% da carga do subsistema Nordeste no dia. O recorde anterior de geração média havia ocorrido em 23 de julho de 2018, quando foi registrada uma geração de 7.062 MW médios.



Devido ao bom desempenho, principalmente da energia eólica, o Nordeste tem sido exportador de energia para o Sudeste/Centro-Oeste. No dia 29 de agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM