Jornal do Commercio
REGIÃO NORDESTE

Nordeste bate recorde de geração de energia solar e eólica

A região Nordeste está exportando energia para o Sudeste e Centro-Oeste em função do bom desempenho

Publicado em 30/08/2018, às 12h59

Em agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador / Foto: Arquivo/Agência Brasil
Em agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador
Foto: Arquivo/Agência Brasil
Estadão Conteúdo

O Operador Nacional do Sistema (ONS) informou nesta quinta-feira (30) que a geração de energia eólica e solar na região Nordeste bateu novo recorde na quarta-feira. A energia solar registrou recorde de geração instantânea ao atingir um pico de 675 megawatts (MWp) às 12h11. O fator de capacidade chegou a 86% naquele momento, informou o ONS.

Recorde

Já a energia eólica bateu recorde de geração média diária, ao produzir 7.137 MW médios, com um fator de capacidade de 71%, contra a média mundial de 25%. O volume de energia foi responsável por atender 71% da carga do subsistema Nordeste no dia. O recorde anterior de geração média havia ocorrido em 23 de julho de 2018, quando foi registrada uma geração de 7.062 MW médios.



Devido ao bom desempenho, principalmente da energia eólica, o Nordeste tem sido exportador de energia para o Sudeste/Centro-Oeste. No dia 29 de agosto, a exportação de energia atingiu 2.055 MW médios, segundo o operador.



Comentários

Por Edvan,30/08/2018

Nenhum crítico aparece para soltar a piada sobre "estocagem de vento"?

Por Pedro Pontes,30/08/2018

E as vantagens dos custos menores dessas energias, nunca veremos!



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Vida fit todo dia Vida fit todo dia
Apesar de a abertura do Verão no Brasil só acontecer em dezembro, no Nordeste há uma antecipação da data. Por esse motivo, que tal aproveitar esses meses de energia para cultivar bons hábitos e mudar o estilo de vida? Veja várias dicas de como se cuidar
BRT: E agora? BRT: E agora?
Ele está ferido, sofrido. Esquecido. E sem perspectivas de melhoria. Tem sobrevivido como é possível e, apenas pontualmente, esboça reações positivas. O sistema BRT, Bus Rapid Transit, tem sofrido de inanição em todo o País. E poderá se perder.
Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM