Jornal do Commercio
SERVIÇO

Portaria interministerial define diretrizes para atendimento dos Correios

Segundo o texto, os Correios poderão fazer parcerias com órgãos e entidades públicos e privados visando à realização do atendimento

Publicado em 13/09/2018, às 14h02

ETC deverá adotar avaliação sistêmica e periódica do desempenho da rede de atendimento / Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
ETC deverá adotar avaliação sistêmica e periódica do desempenho da rede de atendimento
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Estadão Conteúdo
Sandra Manfrini

Portaria Interministerial da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e do Planejamento, publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira, 13, estabelece as diretrizes para nortear a universalização do atendimento e da entrega postais e os índices padrões de qualidade para os prazos de entrega dos objeto do serviço posta básico, a serem observados pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos (ECT). 

De acordo com a Portaria, "a ECT deverá prover o atendimento postal, por meio de seus canais de atendimento, conforme as diretrizes para a universalização e garantindo a oferta de 100% das posições de atendimento". Segundo o texto, os Correios poderão fazer parcerias com órgãos e entidades públicos e privados visando à realização do atendimento. 



Rede de Atendimento

A ECT deverá estabelecer as características das atividades típicas dos serviços postais básicos a serem observadas pela Rede de Atendimento. Além disso, deverá adotar avaliação sistêmica e periódica do desempenho da rede de atendimento. Os Correios poderão decidir pela implantação do atendimento terceirizado, se identificadas condições, oportunidade e interesse estratégico da empresa.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.
Conheça o udigrudi pernambucano Conheça o udigrudi pernambucano
O udigrudi pernambucano reuniu um grupo de talentosos jovens músicos que, na primeira metade dos anos 70, gravou discos absolutamente não comerciais, fez rock and roll na terra do frevo, produziu festivais, insistiram na permanência do sonho.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM