Jornal do Commercio
COMBUSTÍVEIS

Preço de gasolina tem tendência de queda no Recife

Petrobras reduz preço nas refinarias e postos de combustível da capital já trabalham com valores menores

Publicado em 25/10/2018, às 08h16

Queda na cotação do dólar e no preço internacional do petróleo influenciaram redução no valor da gasolina / Diego Nigro/JC Imagem
Queda na cotação do dólar e no preço internacional do petróleo influenciaram redução no valor da gasolina
Diego Nigro/JC Imagem
Edilson Vieira
Repórter de Economia

A Petrobras começou a praticar ontem o menor preço da gasolina nas refinarias desde o dia 25 de agosto. A redução é consequência da queda no preço do dólar e na cotação do petróleo no mercado internacional. O litro de gasolina para a venda às distribuidoras, sem os impostos, foi fixado em R$ 1,9855. É a primeira vez, em três meses, que o valor fica abaixo dos R$ 2. Enquanto isso, o preço médio da gasolina nos postos de Pernambuco é de R$ 4,60, segundo a Agência Nacional do Petróleo (ANP). A um preço médio de R$ 3,20, em alguns postos, o álcool ainda é mais vantajoso.

O presidente do Sindicombustíveis-PE, que reúne os donos de postos, Alfredo Pinheiro Ramos, afirma que o repasse da Petrobras para o cliente final não é imediata. “Tem a questão dos estoques dos postos e das distribuidoras que ainda repassam pelo preço que o combustível foi adquirido. Além disso, a composição final do preço na bomba leva em conta uma série de fatores, entre eles, o preço do álcool anidro que é obrigatoriamente adicionado à gasolina vinda das refinarias na proporção de 27%”, diz Pinheiro Ramos. Nas contas do presidente do Sindcombustíveis, a redução de 20 centavos dada pela Petrobras na gasolina das refinarias, na prática, descontado-se a parcela do álcool que compõe a gasolina tipo C vendida nos postos, resulta numa redução de 14 centavos.

GASOLINA

Como o álcool acrescido a gasolina aumentou de preço devido a chegada da entressafra, o desconto real cai para 10 centavos. “Resta ainda a margem de lucro da distribuidora, que vende a gasolina ao posto e, como o mercado é livre, pesam a demanda do produto e a concorrência entre os comerciantes”, diz Pinheiro Ramos, explicando a intricada cadeia que determina o preço da gasolina nas bombas. O empresário salienta que os donos de postos já estão praticando margens muito baixas. “Temos, sem dúvida hoje, uma das gasolinas mais baratas do Nordeste. O preço já vem caindo e deve permanecer assim”, afirma.



Alexandra Moreira, gerente do posto de combustível Ilhéus, localizado na Ilha do Leite, no Recife, confirma que a gasolina já baixou. “Nos últimos 15 dias nosso preço caiu entre 10 e 15 centavos”, afirma. O posto vende a gasolina comum aparece por R$ 4,379 o litro. “Na semana passada o preço era R$ 4,479”, diz. Segundo a pesquisa da ANP, o preço médio da gasolina em Recife caiu de R$ 4,601 para R$ 4,518 entre as semanas dos dias 7 a 13 para 14 e 20 de outubro, uma queda de 1,8%. Nas distribuidoras, o preço caiu de R$ 4,254 para R$ 4,243 (-0,25%).O taxista Alexandre Moreira diz que tem visto gasolina barata pela cidade. “Dependendo do bairro, o preço pode variar em até R$ 1”, diz ele.

A variação negativa do preço da gasolina, no entanto, não foi sentida pela prévia da inflação medida pelo IBGE, o IPCA-15, divulgado na terça. Pelo contrário, o indicador, no Recife, mostra que a gasolina subiu 6,72% no período medido, enquanto o etanol variou em 0,54%.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM