Jornal do Commercio
ÍNDICES

Pela primeira vez no ano, dólar fecha em alta e Bolsa, em queda

A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a R$ 3,7331 e a Ibovespa atingiu 91.699 pontos

Publicado em 07/01/2019, às 19h02

Na mínima do dia o dólar atingiu R$ 3,69 e, na máxima, R$ 3,7356  / Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Na mínima do dia o dólar atingiu R$ 3,69 e, na máxima, R$ 3,7356
Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil
ABr

O dólar norte-americano fechou esta segunda-feira (7) com alta 0,46%, cotado a R$ 3,7331 para venda, em um movimento de correção, após acumular três quedas seguidas. Foi a primeira alta da moeda americana neste ano.

Na mínima do dia, o dólar atingiu R$ 3,69 e, na máxima, R$ 3,7356. Já o dólar turismo foi vendido perto de R$ 3,86, sem considerar o Imposto sobre Operações Financeiras (IOF).



O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o dia com queda de 0,15%, atingindo 91.699 pontos. É o primeiro dia do ano de funcionamento da Bolsa de Valores em que a variação é negativa.

Nessa sexta-feira (4), o Ibovespa fechou com mais um recorde nominal, ao encerrar o dia em 91.840 pontos, uma alta de 0,30% sobre o pregão anterior. Naquele dia, o dólar valia R$ 3,7160.

Melhor desempenho

No pregão desta segunda-feira, os papéis com melhor desempenho foram Lojas Americanas, Petrobras, Tim, Embraer e Santander.





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM