Jornal do Commercio
PARCERIAS DE INVESTIMENTO

Primeiro PPI da gestão atual concede à iniciativa privada 473 km no RS

O trecho concedido foi leiloado em novembro do ano passado e compreende a BR-101, a 290, a 386 e a 448

Publicado em 11/01/2019, às 08h15

A  rodovia concedida será duplicada integralmente, enquanto 78,8 quilômetros ganharão faixas adicionais, para aumentar a capacidade / Foto: Reprodução/Google Street View
A rodovia concedida será duplicada integralmente, enquanto 78,8 quilômetros ganharão faixas adicionais, para aumentar a capacidade
Foto: Reprodução/Google Street View
ABr

O primeiro contrato de concessão à iniciativa privada do governo do presidente Jair Bolsonaro será assinado nesta sexta-feira (11) com o grupo CCR. O contrato previsto no Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) do governo federal se refere à Rodovia de Integração Sul (RIS),com 473,4 quilômetros (km). A rodovia concedida será duplicada integralmente, enquanto 78,8 quilômetros ganharão faixas adicionais, para aumentar a capacidade.

O trecho concedido foi leiloado em novembro do ano passado e compreende a BR-101, a 290, a 386 e a 448, no Rio Grande do Sul. A CCR investirá R$ 7,8 bilhões no período de 30 anos. Os custos operacionais de operação, conservação e monitoramento estão estimados em R$ 5,6 bilhões.

O grupo CCR deverá realizar a duplicação de 225,2 km até o 18º ano de concessão. O valor da Tarifa Básica de Pedágio ficou em R$ 4,30545, um deságio de 40,53 % em relação ao da tarifa-teto, R$ 7,24.



O ministro-chefe da Secretaria de Governo, general Carlos Alberto Santos Cruz, e o governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite, participam da solenidade de assinatura.

O trecho concedido passa por 32 municípios gaúchos: Porto Alegre, Torres, Dom Pedro de Alcântara, Três Cachoeiras, Três Forquilhas, Terra de Areia, Maquiné, Osório, Santo Antônio da Patrulha, Glorinha, Gravataí, Cachoeirinha, Canoas, Nova Santa Rita, Montenegro, Triunfo, Tabaí, Taquari, Fazenda Vila Nova, Bom Retiro do Sul, Estrela, Lajeado, Marques de Souza, Pouso Novo, São José do Herval, Fontoura Xavier, Soledade, Mormaço, Tio Hugo, Victor Graeff, Santo Antônio do Planalto e Carazinho.

Leilão

No leilão, a CCR disputou com outras quatro concorrentes os 473,4 quilômetros do lote rodoviário gaúcho, composto por parte da BR-101 e mais três rodovias federais (BR-290/BR-386/BR-448), passando pelas cidades de Osório, Passo Fundo, Canoas e Porto Alegre. O principal atrativo da RIS é a chamada Freeway, entre os municípios de Porto Alegre e Osório. 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.
Copa América no Brasil Copa América no Brasil
Confira a relação da Copa América com o Brasil, o histórico e detalhes da edição deste ano, na qual a seleção terá que se virar sem Neymar, cortado do torneio. Catar e Japão participam como convidados
O nome dele era Gabriel Diniz O nome dele era Gabriel Diniz
José Gabriel de Souza Diniz, o Gabriel Diniz, ou simplesmente GD como os fãs o chamavam, morreu precocemente, aos 28 anos, em um acidente com um pequeno avião no litoral sul de Sergipe ocorrido na segunda-feira, 27 de maio de 2019.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM