Jornal do Commercio
ÍNDICES

Ibovespa encerra mais um dia em queda, e dólar tem leve alta

O principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 teve queda de 0,24%. Já o dólar, a valorização foi de 0,16%

Publicado em 07/02/2019, às 17h57

A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a R$ 3,71  / Foto: Agência Brasil
A moeda norte-americana encerrou o dia cotada a R$ 3,71
Foto: Agência Brasil
Agência Brasil e Estadão Conteúdo

O Ibovespa, principal indicador de desempenho das ações negociadas na B3 (Bolsa de Valores de São Paulo), encerrou o pregão desta quinta-feira (7) com queda de 0,24%, registrando 94.405 pontos. A queda no fechamento de ontem foi mais intensa (-3,74%). O recorde do índice, de 98.588 pontos, foi registrado na segunda-feira (4).

O resultado do pregão desta quinta-feira foi afetado pelo quadro de pneumonia do presidente Jair Bolsonaro revelado pelo boletim médico do Hospital Israelita Albert Eintein. 



As maiores altas foram registradas nos papéis da ViaVarejo ON NM (3,02%), Ambev S/A ON (3,65%), Cielo ON NM(3,38%), SID Nacional ON (2,26%) e Energias BR ON NM (2,24%). As ações que mais caíram fotram LOG COM Proponon NM (4,42%), Sabesp ON NM (3,26%), B3 ON NM (3,73%), BRF SA ON NM (4,01%) e Marfrig ON NM (3,67%). Os papéis da Vale estiveram entre os mais negociados, encerrando o dia com queda de 2,05%.

Moedas

O dólar comercial fechou o dia em leve alta de 0,16%, cotado a R$ 3,71. O euro comercial oscilou de R$ 4,20 para 4,21.


Palavras-chave




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM