Jornal do Commercio
Notícia
ALTA

Preço médio dos imóveis residenciais sobe 0,14% em abril, revela Fipe

Após subir 0,02% em março, o preço médio dos imóveis residenciais no País mostrou uma aceleração e cresceu outra vez

Publicado em 07/05/2019, às 09h40

No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, os preços mostraram alta de 0,38% / Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
No acumulado dos primeiros quatro meses do ano, os preços mostraram alta de 0,38%
Foto: Felipe Ribeiro/ JC Imagem
Estadão Conteúdo

Após subir 0,02% em março, o preço médio dos imóveis residenciais no País mostrou uma aceleração e cresceu 0,14% em abril. Os dados são da pesquisa da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), que é feita a partir do levantamento de anúncios de moradias de 50 cidades no site Zap. O levantamento apontou também que os preços médios avançaram 0,38% nos primeiros quatro meses do ano e acumularam alta de 0,26% nos últimos 12 meses.

Apesar da aceleração nos preços para 0,14% registrada em abril, o porcentual ainda é inferior ao comportamento esperado para a inflação (medida pelo IPCA) para o mês, prevista em 0,60%, segundo o Boletim Focus do Banco Central do Brasil. Tendo por base essa expectativa, o preço médio de venda de imóveis residenciais encerraria o mês com queda real de 0,45%, pelos cálculos da Fipe.

No caso das 16 capitais que fazem parte da pesquisa, o comportamento dos preços foi bem distinto no mês. Em oito capitais foram registradas altas, como são os casos de Brasília (2,00%), Maceió (1,13%), Campo Grande (1,08%), Goiânia (0,78%), Manaus (0,74%), Florianópolis (0,24%), São Paulo (0,21%) e Rio de Janeiro (0,03%).



Recuo

Já nas outras oito capitais, houve recuo nos preços: Curitiba (-1,25%), João Pessoa (-0,80%), Salvador (-0,40%), Porto Alegre (-0,19%), Recife (-0,15%), Fortaleza (-0,12%), Vitória (-0,04%) e Belo Horizonte (-0,01%).

Com os resultados do mês, o valor médio do metro quadrado anunciado dos imóveis residenciais foi a R$ 7.187. O Rio de Janeiro se manteve como a cidade com o preço mais alto do País (R$ 9.476), seguida por São Paulo (R$ 8.899) e Brasília (R$ 7 312).




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Reencontros Reencontros
A menina que salvou os livros numa enchente, o garoto que venceu a raiva humana, o médico que superou a pobreza, os albinos de Olinda e o goleiro de uma só perna foram personagens do projeto Reencontros, publicado em todas as plataformas do SJCC
Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM