Jornal do Commercio
Notícia
CRÉDITO

Confira como consultar o saldo do seu FGTS

Governo estuda liberar saque de até 35% do recursos de contas ativas no FGTS; porcentagem de saque depende do saldo atual da conta do trabalhador

Publicado em 17/07/2019, às 10h53

Porcentagem do saque pode ser de até 35% dos fundos / Foto: Divulgação
Porcentagem do saque pode ser de até 35% dos fundos
Foto: Divulgação
JC Online
Com informações do Estadão

O Ministério da Economia estuda permitir a trabalhadores o saque de até 35% do recursos de contas ativas, ou seja, dos contratos de empregos atuais, no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

A porcentagem de liberação para saque depende do saldo atual da conta do trabalhador. Para conferir o extrato do FGTS, basta fazer o download do aplicativo oficial do programa, disponível no Google Play, APP Store e Windows Store.

De acordo com fontes a par do assunto, a autorização dos saques deve ser feita na seguinte proporção:

Quem tem até R$ 5 mil no FGTS, poderia pegar 35% do saldo; 

Trabalhadores com até R$ 10 mil no fundo teriam autorização para sacar 30%;

O percentual de quem tem entre R$ 10 mil e R$ 50 mil no FGTS ainda não foi definido;

Acima de R$ 50 mil, o trabalhador só poderia sacar 10% do saldo total.

A liberação seria feita pela data do aniversário. Já aqueles que já fizeram aniversário este ano, teriam direito ao benefício assim que for autorizado.



Trabalhador demitido 

O governo também estuda limitar o saque da totalidade do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para trabalhadores demitidos sem justa causa. Hoje, quem é demitido sem justa causa pode retirar toda a verba que tem no fundo, com rendimentos, além de uma multa de 40% sobre esse valor. 

Segundo as fontes, que pediram anonimato, a ideia de limitar ou impedir o saque na demissão por justa causa é uma ideia que está sendo discutida. A medida também acabaria com falsos acordos entre empresas e trabalhadores de demissão nesta condição apenas para permitir o saque do FGTS ao empregado.

Entenda

Visando injetar R$ 42 bilhões na economia do país ao aumentar o poder de compra e, assim, atingir a projeção de crescimento de 0,81% no PIB, o Ministério da Economia estuda permitir a trabalhadores o saque de até 35% do recursos de contas ativas, ou seja, dos contratos de empregos atuais, no Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). 

Junto com a liberação de fundos do FGTS, haverá também mais uma rodada de saques do PIS/Pasep.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM