Jornal do Commercio
Varejo

Riachuelo é nova âncora do Guararapes. Rede terá mais seis lojas no Grande Recife

Segundo presidente da marca, estão previstos pelo menos R$ 2 bilhões em investimentos nos próximos quatro anos

Publicado em 05/09/2013, às 00h15

Riachuelo do Shopping Guararapes será inaugurada em dezembro / Divulgação
Riachuelo do Shopping Guararapes será inaugurada em dezembro
Divulgação
Raissa Ebrahim

A Riachuelo será a nova âncora do Shopping Guararapes, em Piedade, no município de Jaboatão. A loja faz parte da quinta etapa do mall. Com 2,5 mil metros quadrados de área de vendas, fruto de um investimento de R$ 7 milhões, a entrega da unidade está marcada para o início do mês de dezembro.

Maior nome do conceito fast fashion do Brasil, a Riachuelo foi eleita uma das marcas mais desejadas e citadas pelos clientes do centro de compras, de acordo com a superintendente, Cristina Veiga.

A nova loja, segundo o diretor de expansão da Riachuelo, Marcos Tadeu Marques, faz parte do plano de investimentos do Grupo Guararapes (controlador da rede varejista) para os próximos anos. Fundado no Recife, em 1956, pelos irmãos Nevaldo e Newton Rocha, o grupo é hoje o maior nome do mercado de confecção de roupas da América Latina. A Riachuelo também é reconhecida por ser a única do segmento a atuar nas áreas de pesquisa, criação e produção de peças.

EXPANSÃO - Até 2015, a Riachuelo vai abrir outras seis unidades no Grande Recife. Uma delas será uma loja de rua, na Rua Nova, no Centro da capital, com previsão de inauguração em novembro. As outras quatro ficarão nos grandes novos shoppings anunciados do ano passado para cá: Camará, Olinda, Jiquiá, Apipucos e Paulista. Hoje a Riachuelo atua localmente com quatro lojas, nos shopping Recife, Tacaruna, RioMar e Boa Vista. 

“Vamos abrir, em todo o Brasil, nos próximos quatro anos, contados a partir do início de 2013, mais lojas e áreas de vendas do que já foram abertas em toda a história da rede até agora”, diz o presidenta nacional da Riachuelo, Flavio Rocha. 



A previsão é inaugurar pelo menos 40 unidades por ano. Este ano, serão 44, somando 85 mil m² de Área Bruta Locável (ABL). O crescimento da produtividade por metro quadrado também está no centro dos planos da Riachuelo. Pelo cálculos de Rocha, os investimentos em novas lojas e em toda a cadeia integrada deve chegar a R$ 2 bilhões em quatro anos. Somente para 2013, estão previstos R$ 500 milhões.

Uma das apostas da rede é intensificar a mistura entre marcas de luxo e marcas populares. “É uma quebra de paradigma do marketing, pensar objetos de desejo inacessíveis e linhas mais democráticas”, defende o presidente. Em breve, a Riachuelo irá lançar novas linhas de dez estilistas de renome. Também está prevista inauguração de três lojas em locais de comércio mais sofisticado, uma na Oscar Freira, outra num prédio na esquina da Avenida Paulista com a Haddock Lobo e uma no Shopping Eldorado – todas em São Paulo. 

Sobre o cenário macroeconômico do País, que enfrenta queda na expectativa de consumo, alta da inflação e do endividamento, Rocha argumenta que os olhos da rede estão voltados para as próximas gerações. “Não somos uma empresa imediatista, de olho apenas nos resultados do próximo trimestre”. 

Dentro dessa perspectiva, ele acredita que quem olha para o longo prazo não pode ser pessimista, muito menos com o varejo e menos ainda com o varejo de moda. Ele acredita que o mercado ainda tem muito espaço para crescer e se profissionalizar, apesar do atual clima de pessimismo do empresariado brasileiro e de uma indústria fortemente penalizada pela baixa produtividade e exposição à concorrência internacional. 





Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Irmã Dulce e as lições que se multiplicam Irmã Dulce e as lições que se multiplicam
A Santa Dulce dos Pobres deixou um legado enorme por todo o país, e não poderia ser diferente em Pernambuco. Veja exemplos de quem segue o "anjo bom da Bahia"
Jackson era grande demais para um pandeiro Jackson era grande demais para um pandeiro
Em pouco tempo, Jackson do Pandeiro deixou claro que não se tratava apenas de uma voz a mais no cenário artístico pernambucano. Confira especial sobre o artista
Especial Novo Clima Especial Novo Clima
O inverno não é mais o mesmo. E nem o verão. Os efeitos da crise climática alteraram a rotina de milhares de cidadãos das grandes cidades. O JC traz reportagens especiais desvendando o "novo clima"

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2020 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM