Jornal do Commercio
Desinvestimento

Alpek perde exclusividade na compra de petroquímicas do Estado

A partir de agora outras empresas poderão disputar a compra dos empreendimentos

Publicado em 29/10/2016, às 07h00

Complexo petroquímico recebeu investimento de US$ 90 bilhões / Hélia Scheppa/Acervo JC Imagem
Complexo petroquímico recebeu investimento de US$ 90 bilhões
Hélia Scheppa/Acervo JC Imagem
Da Editoria de Economia

Terminou o período de exclusividade da companhia mexicana Alpek nas negociações de compra na Companhia Petroquímica de Pernambuco (Petroquímica Suape) e na Companhia Integrada Têxtil de Pernambuco (Citepe). A empresa teve 90 dias para discutir individualmente com a petrolífera os termos para aquisição de participação nas duas plantas industriais no Estado. A partir de agora, outras empresas poderão entrar no páreo na disputa pelos empreendimentos.

A Alpek teve um período de exclusividade de 60 dias, que foi prorrogado por mais 30 e se encerrou ontem. Procurada pela reportagem do JC, a Petrobras informou, por meio de sua assessoria de comunicação, que aguardava a publicação de um fato relevante sobre o assunto. Até o fechamento desta edição nenhum documento foi divulgado.

A venda da PQS e da Citepe é parte do programa de desinvestimento da Petrobras, que espera incrementar o caixa da companhia em US$ 19,5 milhões entre 2017 e 2021. De acordo com a petrolífera, a transação com a Alpek ainda está sujeita à negociação de seus termos e condições finais e à deliberação pelos órgãos competentes das duas empresas, além de depender da aprovação pelo Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

A Alpek é uma das maiores fabricantes de poliéster (fios, PET e PTA) do mundo e estaria disposta a crescer no mercado brasileiro. Desde sua idealização do polo petroquímico em Pernambuco, a expectativa era que a Petrobras tivesse um parceiro. O primeiro deles foi o grupo italiano Mossi & Ghisolfi (M&), mas não houve entendimento e a estatal fez o investimento sozinha.



Depois, a empresa anunciou que tinha interesse em ser minoritária e ficar com 40% de participação. A companhia indiana Reliance foi sondada para se tornar sócia, mas as negociações não avançaram. O complexo petroquímico recebeu investimento de R$ 9 bilhões (superior ao dobro dos R$ 4 bilhões anunciados no início do projeto) e nos últimos dois anos vem dando prejuízo à Petrobras. Entre 2014 e 2015, as perdas das duas companhias totalizaram R$ 5,6 bilhões.

TRABALHADORES

O Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias de Fiação e Tecelagem de Ipojuca e Região (Sindtêxtil Ipojuca) tem demonstrado preocupação com a estabilidade dos funcionários que foram aprovados em concurso público e perderão essa condição com a compra da PQS e da Citepe por uma empresa privada. Outro ponto de questionamento é o valor da venda, que o mercado estima em US$ 600 milhões, sendo bem abaixo do valor investido pela Petrobras no parque industrial.

Atualmente o complexo conta com 422 funcionários concursados e outros 3 mil terceirizados. A produção de PET está na casa de 26 mil toneladas e a de PTA de 59 mil toneladas por mês.




Os comentários abaixo são de responsabilidade dos respectivos perfis do facebook.

OFERTAS

Especiais JC

Especial Nova Rotação Especial Nova Rotação
As cidades estão entrando em colapso. Refletem o resultado da mobilidade urbana convencional, um mal incorporado à sociedade e de difícil enfrentamento.Mas o momento de inverter essa lógica é agora. Criar uma nova rotação para as cidades, para as pessoas
JC Recall de Marcas 2019 JC Recall de Marcas 2019
Pitú e Vitarella são as marcas mais lembradas pelo consumidor pernambucano, de acordo com a edição 2019 do Prêmio JC Recall de Marcas. O ranking foi feito a partir de levantamento do Harrop Pesquisa para o Jornal do Commercio.
Especial Tempo de Férias Especial Tempo de Férias
O tempo das férias finalmente chegou e com ele os vários planos sobre o que fazer no período livre. O JC traz algumas dicas de como otimizar o período para voltar renovado do merecido descanso.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM