Jornal do Commercio
IPVA

Paulo Câmara: antecipar IPVA vai ajudar novos prefeitos

Em 2017, IPVA começará a ser pago em janeiro

Publicado em 08/12/2016, às 10h24

No Morro da Conceição, governador Paulo Câmara (PSB) reconheceu que antecipação do IPVA deveria ter sido anunciada antes / Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
No Morro da Conceição, governador Paulo Câmara (PSB) reconheceu que antecipação do IPVA deveria ter sido anunciada antes
Foto: Alexandre Gondim/JC Imagem
Paulo Veras

Após assistir uma missa em homenagem à Nossa Senhora da Conceição nesta quinta-feira (8), o governador Paulo Câmara (PSB) explicou que a antecipação do pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) para janeiro vai ajudar os novos prefeitos, eleitos neste ano, a começarem suas gestões. Parte dos recursos também vão ajudar o governo do Estado.

"O IPVA, 50% dele fica com o Estado e os outros 50% ficam para os municípios. É importante também para os municípios, diante de uma carência de recursos, ter no início dos mandatos dos prefeitos eleitos condições de suprir algumas deficiências que a gente tem notado", afirmou.

Entre as deficiências, o governador citou postos de saúde fechados e agentes de trabalho as epidemias de mosquito que tiveram seus contratos encerrados.



ANÚNCIO

O socialista também reconheceu que, se o anúncio sobre o adiantamento tivesse sido feito antes "teria sido melhor", mas defendeu que a medida é necessária.

A publicação no Diário Oficial pegou muita gente de surpresa, principalmente porque a ação só foi anunciada depois de as pessoas sacarem parte do décimo terceiro salário.



Comentários

Por antonio oderilo de lavor,09/12/2016

a custas do nosso suor !!!! assim, é bom demais ! é só sacrificar o pobre e tá tudo resolvido ! ajudar a prefeito e eu com isso ? znscfw

Por Paulo Sousa,09/12/2016

Safadeza! O meu vencimento sempre foi em MARÇO. O palhaço diz que vai ser em janeiro, o povo chia, e coloca para fevereiro, e o povo acha que tá levando uma grande vantagem. Fora estagiário de governador!

Por FERNANDO TEIXEIRA,08/12/2016

SERIA BOM UMA MANIFESTAÇÃO EM TODO O ESTADO DE PERNAMBUCO PARA DERRUBAR ESSA AÇÃO ABUSIVA, E QUE NESSA HORA NÃO NOS APARECE UM DEFENSOR DA LEI PARA SE MOVER UMA AÇÃO CONJUNTA DE TODA A SOCIEDADE PERNAMBUCANA PARA QUE CHEGUE AOS TRIBUNAIS E NOS SOCORRAM PELO AMOR DE DEUS, BASTA OLHAR OS COMENTÁRIOS ACIMA MENCIONADOS DE CIDADÃOS COMPROMETIDOS COM O MES DE JANEIRO.

Por José Calazans,08/12/2016

Para este governador é fácil pagar o IPVA,pois ele tem nuito dinheiro embaixo do colchão,fruto da Arena Pernambuco,da Turbulência,e de troco,ainda tem o do adiantamento da restauração da BR-101 que o serviço não foi feito,mas o dinheiro foi comido.....

Por Levi ,08/12/2016

Faço uma pergunta ao Sr. Governador, quem ajudará a nós míseros mortais a pagar em janeiro: IPTU, Matricula, Livros e outras coisinhas que NÓS reles contribuintes temos que arcar, logico que, essas pequenas coisas VSa, talvez nem esteja preocupado. Querem reduzir gastos, porque não baixam seus salários e tem a coragem de cobrar que os deputados estaduais baixem os seus salários e seus privilégios, não, logico que não. Os estupidos que, que somos, que arquem. O pior é ouvir que é em beneficio da comunidade, só se for de parte mínima de uma.



Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

JC 100 anos JC 100 anos
Para marcar os 100 anos de fundação, o JC publica este especial com um panorama do que se passou neste período em que o jornal retratou o mundo, com projeções de especialistas sobre o que vem por aí e com os bastidores da Redação do Jornal do Commercio
Sozinha nasce uma mãe Sozinha nasce uma mãe
Uma palavra se repete na vida dela: sozinha. Porque estava sozinha na gravidez. Sozinha na hora do parto. Sozinha nas primeiras noites de choro. Sozinha nos primeiros passos. Sozinha no registro civil. O JC conta histórias de luta das mães sozinhas
Segunda chance - Caminhos para ressocializar Segunda chance - Caminhos para ressocializar
Eles saem das prisões, mas as prisões não saem deles. Perseguem-nos até o final de suas vidas. Como uma condenação perpétua. Pena. Eles lamentam. Mas precisam seguir. E neste difícil caminho da ressocialização, o trabalho é uma espécie de absolvição.

    SIGA-NOS

    LICENCIAMENTO

  • Para solicitação de licenciamento, contactar editores@ne10.com.br

Jornal do Commercio 2019 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE |

PRIVACIDADE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM