Jornal do Commercio
TRIBUTOS

Fazendários da Prefeitura do Recife iniciam operação padrão esta terça

Fazendários da prefeitura vão tornar prestação de serviço mais lenta, em protesto

Publicado em 13/11/2017, às 06h03

Em assembleia, fazendários instituíram operação padrão / Foto: Divulgação
Em assembleia, fazendários instituíram operação padrão
Foto: Divulgação
Da Editoria de Economia

Os fazendários da Prefeitura do Recife vão iniciar operação padrão a partir de hoje, em protesto contra a falta de investimentos no fisco municipal. Com isso, a prestação de serviços aos contribuintes, principalmente relacionados a Imposto de Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), Imposto Territorial e Predial Urbano (IPTU) e certidões negativas, ficará mais lenta.

A decisão foi tomada em assembleia da categoria. Segundo o presidente do Sindicato dos Fazendários do Recife (Afrem Sindical), Fábio Macêdo, está ocorrendo um desmonte do fisco municipal, já que o quadro de auditores ativos está reduzido na prefeitura e falta estrutura física adequada.



“Hoje, somos 120 fazendários e temos um déficit de 40 pessoas. Foi realizado concurso em 2014 e, até agora, ninguém foi convocado. Não temos fiscais para atuar em alguns setores econômicos. Falta investimento em TI (Tecnologia da Informação), precisamos de um cadastro mais atualizado para acessar a informação com mais agilidade”, comenta Fábio.

A Secretaria de Finanças do Recife informa que não foi comunicada sobre a operação padrão. Hoje, o secretario Ricardo Dantas se reúne com o corpo gerencial da Secretaria de Finanças e deve se pronunciar sobre o assunto em seguida.


Recomendados para você




Comentar


Nome E-mail
Comentário
digite o código
Desejo ser notificado de comentários de outros internautas sobre este tópico.

OFERTAS

Especiais JC

Especial educação Especial educação
E se você descobrisse que o futuro ligado às tendências que irão norteá-lo já chegou? O mundo hoje é um mar de oportunidades, para conhecimento, informação e inovação. Cada vez mais o profissional precisa evoluir. Por isso veja o caminho a seguir
A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza A revolução da ciclomobilidade: o exemplo de Fortaleza
A capital cearense, diferentemente da pernambucana – embora nordestina também – deu um salto na infraestrutura viária voltada para as bicicletas. A cidade está repleta de ciclofaixas. Por toda parte. E a grande maioria conectada
Cantos e Recantos Cantos e Recantos
A temporada de sol está nos espreitando, e a Praia de Boa Viagem é sempre uma opção de passeio. Mas que tal ousar um pouquinho na quilometragem e desbravar outros destinos? Pernambuco tem muitos lugares fantásticos e você vai adorar o roteiro que o JC fe

    SIGA-NOS

Jornal do Commercio 2018 © Todos os direitos reservados

EXPEDIENTE

Sistema Jornal do Commercio Grupo JCPM